Corinthians x Bragantino
Reprodução
Corinthians x Bragantino

Com Vítor Pereira e toda a sua comissão técnica nos camarotes da Neo Química Arena, o Corinthians superou por 1 a 0 o Red Bull Bragantino, pela nona rodada do Campeonato Paulista. Assim, o Timão encerrou o jejum de cinco jogos sem ganhar do Massa Bruta.

Caso o Água Santa perca para o São Paulo, o Alvinegro estará classificado antecipadamente ao mata-mata do estadual. Já a equipe de Bragança segue com 16 pontos, isolada na ponta do Grupo D.

No próximo sábado (5), o Timão vai até o Morumbi enfrentar o São Paulo pelo clássico Majestoso. No dia seguinte, às 20h30, o Massa Bruta recebe o Botafogo-SP no Nabizão.

SUSTO NO INÍCIO
Com um minuto de jogo, Corinthians já chega com perigo. Paulinho chutou de fora da área, a bola desviou na defesa e passou perto da meta de Cleiton.

Cinco minutos depois, despretensiosamente, o Red Bull Bragantino quase abriu o placar. Luan Cândido avançou e de muito longe chutou. A bola desviou em João Victor, e Cássio, que já havia pulado, se recuperou e fez grande defesa, evitando o gol.

Aos 14 da etapa inicial, Renato Augusto tentou chute de longa distância. Mesmo fraco, Cleiton teve dificuldades, mas realizou boa defesa. O Massa Bruta respondeu com Aderlan, que chegou livre pela direita e chutou forte, cruzado. A bola passou ao lado da trave de Cássio.

TIMÃO PRESSIONA
A equipe de Bragança Paulista apostava nas transições físicas, e conseguia encontrar espaços na defesa do Timão, que retinha o controle da posse de bola.

E o Timão voltou a ter boa oportunidade. Fagner cobrou lateral para Róger Guedes. O camisa 9 deu de calcanhar para Giuliano, que chutou por cima do gol.

Dois minutos depois, aos 32, mais uma boa chance dos mandantes. Renato Augusto avançou com a bola e cruzou na área. A bola desviou, Paulinho não alcançou e Cleiton tirou dos pés de Róger Guedes.

Leia Também

Na bola parada, Hyoran cobrou falta venenosa e tentou aproveitar que Cássio estava adiantado, e o goleiro espalmou para escanteio. No lance seguinte, o camisa 19 recebeu na entrada da área e bateu de fora, dessa vez sem muito perigo.

E a reta final do primeiro tempo foi toda do Bragantino. Em lance parecido com o do começo do jogo, Luan Cândido arriscou de fora com a esquerda, e Cássio novamente foi buscar.

CORINTHIANS VOLTA MAIS LIGADO PARA O SEGUNDO TEMPO
E o segundo tempo começou quente. Aos dois minutos, Willian cobrou escanteio, Gil testou firme, mas em cima de Cleiton, que quase soltou a bola. O Red Bull Bragantino seguia tentando explorar os espaços em jogadas de velocidade.

Nove minutos depois, Giuliano teve a melhor chance da equipe. Fagner fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro. O camisa 11 chegou batendo forte, mas Cleiton fechou o ângulo e evitou o gol.

GRANDE CHANCE DE RÓGER GUEDES
Com o ritmo mais lento devido ao calor, as equipes diminuíram a intensidade. Aos 24 minutos, Artur recebeu de Hyoran na direita e lançou Leandrinho na segunda trave. O camisa 22 ajeita de cabeça buscando Ytalo, mas o atacante não consegue chegar para finalizar.

A resposta do Corinthians, veio nove minutos depois. Pela esquerda, Willian clareou a marcação e tocou para Róger Guedes. Na entrada da pequena área, o camisa 9 chutou rasteiro, e Cleiton fez monumental defesa.

GUSTAVO SILVA ENTRA E MUDA O JOGO
Aos 33 minutos, Gustavo Silva entrou no lugar de Giuliano. E em seu segundo toque na bola, colocou o Timão em vantagem no placar. Willian fez ótima jogada e chutou firme. Cleiton fez boa defesa mas deu rebote. A bola bateu no camisa 19, pegou na trave, e ele só completou para o gol vazio.

MILAGRES DE CÁSSIO
Barbieri lançou sua equipe ao ataque, e aos 40, quase João Victor fez contra o próprio patrimônio. Depois, foi a vez de Artur chegar com perigo.

A blitz do Massa Bruta foi intensa nos minutos finais, e Cássio, em duas ocasiões salvou o Timão de sofrer o empate.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários