Brasileiros
Divulgação
Brasileiros

Após quatro meses de tensão, a Rússia decidiu atacar a Ucrânia nesta quinta-feira, na mais grave crise militar na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Em meio aos combates, jogadores brasileiros que atuam pelo Dínamo de Kiev e o Shakhtar estão isolados em um hotel e chegaram a gravar um vídeo para pedir ajuda ao governo brasileiro para deixar o país .

A situação é de tensão e total agonia. Em entrevista exclusiva ao IG Esportes , o empresário Will Dantas, que representa o ex-Corinthians Pedrinho - que está entre os atletas "presos" naquele país -, descreveu a situação.

"Estou numa apreensão danada. Estou falando com o Pedrinho a cada minuto para tentar tranquilizar. Nenhum jogador está falando com a imprensa, já que há uma recomendação para que eles não deem nenhuma declaração. A minha preocuação e a dos jogadores é que eles estão em um hotel que não tem abrigo antiaéreo", revela.

Leia Também

Wlill aponta que os clubes é que indicaram o local aos braisleiros. "O clube mandou todos para o mesmo hotel, junto com as familias. O Pedrinho falou que eles estão nos quartos, com medo, porque já estão ouvindo barulho de bomba", aponta.

Sobre uma suposta demora para deixar o país, o empresário apontou que todos acreditavam que não haveria realmente o ataque russo. "Eles achavam que não ia acontecer nada. Tanto que tinha um jogo sábado contra o Metalist e eles iriam pro jogo. Tô sem saber o que fazer. Minha cabeça está a mil", diz.

Will revelou ainda que segue falando com Pedrinho enquanto é possível. "Tô falando com ele a cada minuto, enquanto não cai a internet, que eles devem cortar. O espaço aéreo está fechado, as fronteiras fechadas. Não tem gasolina na cidade. O trânsito está caótico, as pessoas invadindo supermercado. Tá f***. Não está fácil", relatou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários