Vítor Pereira
Reprodução/Instagram
Vítor Pereira

A diretoria do Corinthians trata com sigilo os nomes dos possíveis candidatos a assumir o comando do Timão após a saída de Sylvinho, porém, avançou nesta semana para concretizar a contratação de  Vítor Pereira (confira galeria de fotos abaixo) , ex-técnico do Fenerbahçe, da Turquia.

Nesta terça-feira, o ex-jogador Neto, apresentador da Bandeirantes, afirmou por meio do seu Instagram que o alvinegro já concretizou a contratação.


O treinador, de 53 anos, se destacou ao substituir André Villas-Boas no Porto e levar o time a grandes conquistas. No Dragão, Vítor conquistou o Campeonato Português em duas oportunidades (uma delas de forma invicta), duas Supercopas de Portugal e atingiu a alta média de 69,5 gols por temporada nos dois anos em que comandou a equipe.

Já no Olympiacos, o técnico foi campeão do Campeonato Grego e da Copa da Grécia. À frente do Shangai SIPG, Vítor Pereira conquistou a Supercopa da China e também o Campeonato Chinês, ao lado dos brasileiros Oscar e Hulk.

Vítor Pereira gosta de fazer com que suas equipes pressionem e 'sufoquem' o adversário ainda no campo do rival e que ataquem com amplitude, utilizando assim a qualidade dos laterais e pontas para que possam encontrar espaços entre as linhas dos oponentes. Inclusive, os pontas têm um papel importante nas equipes do português, e geralmente são os responsáveis por fazer a bola chegar com qualidade nos pés dos atacantes para que eles possam finalizar as jogadas.

Na defesa, Vítor gosta de uma saída de bola organizada, com precisão, troca de passes e sempre buscando obter uma superioridade numérica contra a pressão dos oponentes. O Português pode alternar e utilizar sistemas que contam com 3 ou até mesmo 5 defensores.

As jogadas de contra-ataque podem ser apontadas como a "fragilidade" das equipes comandadas pelo português. Por estar com as linhas altas, as equipes de Vítor Pereira costumam sofrer muitos gols na transição gerada por erros ofensivos.

Apesar da campanha histórica no Porto, o desempenho da equipe e do treinador foram criticados após campanhas ruins na Champions League e em torneios mata-mata. O bom trabalho de Vítor Pereira se manteve em suas passagens por Olympiacos e Shangai SIPG, porém, deixou a desejar em sua passagem no Al Ahli e foi rebaixado para a terceira divisão alemã à frente do 1860 Munique.

Leia Também

Veja os números das equipes comandadas pelo português e também a duração da passagem do treinador:

Fenerbahçe - (171 dias) : 25J - 11V - 7E - 7D

Shangai SIPG - (1115 dias): 117J - 71V - 25E -21D

1860 Munique - (150 dias): 20J - 6V - 3E - 11D

Fenerbahçe - (431 dias): 61J - 37V - 15J - 9D

Olympiacos - (153 dias): 27J - 18V - 6E - 3D

Al Ahli - (307 dias): 33J - 15V - 10E - 8D

Porto - (707 dias): 92J - 64V - 16E - 12D

** Lucas Barreiros é graduando em jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. No iG, escreve para o iG Esportes. Coleciona passagens pelas Web Rádios Rede Contínua e Bate Fundo Esportivo. Além das transmissões esportivas, tem conhecimento na criação de conteúdos audiovisuais. Apaixonado por esportes, Lucas não se limita ao futebol brasileiro e é fã da Premier League. Além das quatro linhas, acompanha as emoções da NBA, a velocidade da Fórmula 1 e o mundo dos e-sports. Fora do âmbito esportivo, tem forte ligação com a música e o cinema.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários