Jorge Salgado, presidente do Vasco
Reprodução
Jorge Salgado, presidente do Vasco

O Conselho Deliberativo do Vasco vai se reunir na quinta-feira para votar a aprovação ou não do empréstimo de R$ 70 milhões que a diretoria tenta pegar junto ao grupo 777 Partners.


O Conselho Fiscal terá acesso aos termos do empréstimo e dará parecer favorável ou não à operação financeira.

Se aprovado, o dinheiro deve cair na conta do Vasco já na sexta-feira e será usado para arcar com uma série de despesas imediatas, incluindo pagamento de salários e parcelas de dívidas.

A 777 Partners tem interesse na aquisição da Sociedade Anônima de Futebol que a diretoria do Vasco pretende criar. Caso a SAF saia do papel, os R$ 70 milhões servirão como adiantamento dos R$ 700 milhões que o grupo americano promete injetar no futebol vascaíno por três anos.

Se a SAF não for aprovada por conselheiros e sócios, o empréstimo terá de ser quitado de acordo com as condições estipuladas em contrato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários