Corinthians x São Bernardo
Foto: Mauro Horita/Ag. Paulistão
Corinthians x São Bernardo

O Corinthians não tomou conhecimento do São Bernardo na noite desta quarta-feira (16) e venceu a sua terceira partida consecutiva. Pela sétima rodada do Campeonato Paulista, na Neo Química Arena, o Timão bateu o Bernô por 3 a 0, em partida que marcou o primeiro gol do meia Willian em seu retorno ao time do Parque São Jorge. Destaque também para o atacante Róger Guedes, que foi às redes duas vezes. Ele não marcava desde o dia 25 de novembro.

OS 45 INICIAIS DO QUINTETO
O Corinthians atuou em seu primeiro tempo com Giuliano atuando como meia-direita e Willian pela esquerda, já Renato Augusto fez a primeira faixa central e Paulinho centralizado para aproveitar possíveis infiltrações.

Róger Guedes mais uma vez atuou como falso nove, mas foi mal durante a etapa inicial. Parecendo perdido em seu posicionamento, o camisa 9 muitas vezes caia para as beiradas de campo, não conseguindo puxar a marcação e deixando um grande espaço aberto na área.

WILLIAN CAÇADO
A fim de jogo, o meia Willian, que voltou a ser titular após cinco partidas, foi para cima da marcação do São Bernardo pelo lado esquerdo e foi bastante cação. O resultado é que o camisa 10 forçou dois cartões amarelos dados pela arbitragem ao adversário, para Paulinho Moccelin, que estava pendurado e não enfrentará o Ituano, na próxima rodada, e o Matheus Salustiano, ambos em descidas em velocidade pelo setor canhoto.

CORINTHIANS VOLTA EM CIMA
Logo aos três minutos do segundo tempo, o Timão já igualou o número de finalizações corretas da etapa inicial e quase abriu o placar com Du Queiroz, que encheu o pé de fora da área e obrigou o goleiro adversário fazer boa defesa.

Dois minutos depois, Paulinho recebeu bom passe de Renato Augusto, finalizou na entrada da área e novamente parou no arqueiro do São Bernardo.

RÓGER GUEDES DESENCANTA E ABRE O PLACAR
Aos nove minutos do segundo tempo, Róger Guedes fez o que não fazia há quase três meses: gol. Mesmo após um primeiro tempo ruim, o camisa 9 foi mantido em campo e na sua primeira participação efetiva na etapa final recebeu um passe de extrema precisão de Giuliano, no meio-campo, saiu na cara do goleiro Júnior Oliveira e não tremeu, dando um toque sutil por cima do goleiro do Tigre.

Leia Também

Foi o primeiro gol de Guedes na temporada e também com o seu novo número de camisa - na última temporada do atacante vestia a camisa 123. Antes a última vez que o jogador havia balançado às redes havia sido no dia 25 de novembro, na derrota corintiana por 2 a 1 para o Ceará, fora de casa, pela 35ª rodada do Brasileirão do ano passado. Foram sete jogos de seca.

TIMÃO COLOCA O PÉ NA FORMA
Mesmo após sair na frente, o Corinthians seguiu em cima do Bernô, e acertando as finalizações no gol, algo que não vinha acontecendo na etapa inicial.

Aos 15 minutos do segundo tempo, novamente Willian fez o que quis na ponta esquerda, sofreu falta e forçou o terceiro cartão amarelo para o adversário, dessa vez para o lateral Cristovam. Na batida, o camisa 10 cobrou fechado e obrigou intervenção do goleiro Junior Oliveira, do Bernô.

RÓGER GUEDES DE NOVO
Aos 24 minutos, Róger Guedes marcou o seu segundo gol no jogo. Em uma jogada que começou no meio-campo, com um passe por cobertura espetacular de Du Queiroz para Renato Augusto, o camisa 8 avançou e serviou Guedes, que tocou com calma, na saída do goleiro adversário para ampliar.

WILLIAN MARCA O PRIMEIRO NO RETORNO
Três minutos depois o Corinthians teve um pênalti a seu favor, após o zagueiro Matheus Salustiano colocar a mão na bola dentro da área. Mesmo com o lateral Fábio Santos, que não perde pênaltis desde 2014, e que é o cobrador oficial do Timão, em campo, Willian foi para a cobrança e marcou o seu primeiro gol no retorno ao Timão. A batida foi firme, no canto esquerdo, e o goleiro Júnior Oliveira até tocou na bola, mas não conseguiu defender.

Foi o primeiro do camisa 10 em seu retorno ao clube alvinegro após 14 anos. Na primeira passagem, o meia havia marcado apenas dois gols, ambos na mesma partida, contra o Athletico-PR (que ainda era Atlético-PR), em um jogo do Brasileirão de 2007.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários