Alício
Reprodução
Alício

Com a demissão de Leonardo Gaciba nesta sexta-feira, quem assumirá a presidência da Comissão de Arbitragem da CBF até o fim do ano será o também ex-árbitro Alício Pena Júnior.

Ele é, inclusive, um velho conhecido dos torcedores de Atlético-MG e Flamengo, times que disputaram a ponta da tabela ao longo de todo Campeonato Brasileiro.

Alício é mineiro e, por conta disso, apitou diversos jogos do Atlético-MG. Em 2009, o árbitro chegou a ser afastado pela Federação Mineira de Futebol após um erro no clássico do Galo contra o Cruzeiro. Ele deixou de dar um pênalti claro, que resultaria na expulsão do zagueiro cruzeiro, que era o último homem.

Já a polêmica com o Flamengo aconteceu em 2013. Após o clube ser derrotado por 2 a 0 pelo São Paulo, pelo Brasileirão daquele ano, jogadores rubro-negros afirmaram que foram ofendidos e provocados pelo árbitro ao longo da partida.

Leia Também

"É complicado encontrar um árbitro que chama o time do Flamengo de fraco, que manda nosso time chupar porque o São Paulo está ganhando. A gente sabe do histórico dele, é só procurar. Ele não passa de um babaca e não pode apitar jogos do Campeonato Brasileiro", disse Chicão, então zagueiro do clube.

Outro episódio polêmico, também em 2013, envolveu o Bom Senso FC. Durante uma manifestação dos atletas, que ficavam parados e cruzavam os braços alguns segundos após o apito inicial, o árbitro ameaçou punir os 22 jogadores com cartão amarelo.

Antes de assumir o lugar de Gaciba, Alício era vice-presidente da Comissão de Arbitragem. Ele tem feito muitas críticas aos processos da CBF e deve implementar mudanças.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários