Fernando Diniz não é mais treinador do Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco
Fernando Diniz não é mais treinador do Vasco

A pressão interna e externa para a aceleração das mudanças no Vasco surtiu efeito. Na noite desta quinta-feira, o técnico Fernando Diniz e o diretor executivo de futebol, Alexandre Pássaro , foram demitidos de seus respectivos cargos. Assim o clube cruz-maltino inicia os trabalhos visando ao acesso, agora na temporada 2022.



Fernando Diniz disputou doze jogos, nos quais obteve apenas quatro vitórias. Foram também três empates e cinco derrotas, num total de 41,6% de aproveitamento. Foi o terceiro técnico do Cruz-Maltino na Série B do Campeonato Brasileiro, e o que teve aproveitamento mais baixo.

A pressão sobre Diniz se intensificou depois das atuações vexatórias do time nas derrotas do último domingo e da última quarta-feira: em casa, 4 a 0 para o Botafogo e 3 a 0 para o Vitória.

Já Alexandre Pássaro era alvo de pressão há mais tempo. Apesar dos elogios nos primeiros meses de trabalho, principalmente pela modernização do departamento de futebol e pela montagem do elenco, a não correção de rota resultou no desempenho linearmente pífio do time na Série B do Campeonato Brasileiro.

Já havia, internamente, o desejo de ter mais um ou dois personagens no organograma do departamento de futebol do Vasco. O agora ex-dirigente divulgou carta à torcida no qual se desculpa pelo fracasso da equipe na tentativa de acesso.

Leia Também

Leia Também

NOTA OFICIAL
Cerca de 20 minutos depois de noticiadas, as mudanças no departamento de futebol do Vasco foram oficializadas pelo clube. Confira:

"O Club de Regatas Vasco da Gama informa que iniciou, nesta quinta-feira (11/11), as primeiras ações em vistas da reestruturação do Departamento de Futebol para a temporada 2022.

Alexandre Pássaro não exerce mais a função de Diretor Executivo de Futebol do Clube a partir desta data. Além do Executivo, o técnico Fernando Diniz também se desliga de suas funções no Cruzmaltino de forma imediata.

O Vasco da Gama atuará nos próximos três jogos do Campeonato Brasileiro com sua comissão permanente, liderada pelo assistente técnico Fábio Cortez. O Clube vai ao mercado para recompor sua equipe técnica do Departamento de Futebol.

Nos pouco mais de dez meses em que esteve à frente do Futebol, Pássaro atuou de forma profissional e reestruturou inteiramente o Departamento, estabelecendo processos fundamentais para a modernização e contribuindo para o aumento da saúde financeira do Clube.

O Vasco da Gama agradece profundamente todo empenho e dedicação de Alexandre Pássaro e Fernando Diniz ao longo do período em que vestiram a camisa cruzmaltina, com a certeza de que no futuro todos irão reconhecer a importância de ambos no processo de reconstrução do Clube."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários