Goleiro Bruno
Superesportes/Reprodução/EM da Press
Goleiro Bruno

Além do carro novo, um modelo um Kia Sorento 2013, o goleiro Bruno, ex-Flamengo, tem pelo menos mais dois carrões na garagem da casa em que mora em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Um deles, no entanto, chama atenção. Ele ainda mantém o carro que teria sido usado no assassinato de Eliza Samudio e foi uma das provas fundamentais para incriminá-lo e a seus comparsas.

Na época do desaparecimento da modelo, a Land Rover Sport 3.0 SE, ano 2011, na cor verde, foi apreendida pela polícia após a verificação de três multas por excesso de velocidade no mesmo dia em que Eliza foi morta. Na perícia foram encontradas, além das sandálias da vítima, vestígios de sangue, que mais tarde foi confirmado como sendo da modelo.

O veículo ficou pelo menos dois anos no depósito da polícia de Belo Horizonte à espera de um parente de Bruno que fosse buscá-lo. Hoje, o carro cuja origem é do Espírito Santo ostenta a placa de Búzios, também na Região dos Lagos.

O outro carro, da mesma marca e cor, é de 2008, e vale hoje no mercado cerca de R$ 65 mil. O que transportou Eliza para a morte, cerca de R$ 165 mil. Bruno tem uma dívida de pensão com o filho, Bruninho Samudio, de R$ 3 milhões.

 Após a publicação no EXTRA da reportagem sobre a dívida e a compra de um novo automóvel, a mulher de Bruno, a dentista Ingrid Calheiros decidiu se manifestar através de vídeos em seus stories: "As pessoas estão me mandando links, me marcando. Mas eu não vejo nada que sai. Trabalho muito e quando não estou trabalhando, estou estudando para me aperfeiçoar. Hoje, graças a Deus, estou sendo reconhecida pelo meu trabalho, e tudo é conquistado com o suor. Tenho uma vida como a de qualquer mulher brasileira que trabalha. Já me ofereceram várias oportunidades, mas jamais usaria um assunto para me promover. Prefiro usar meu cérebro a meu corpo".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários