Athletico-PR perde para o Santos jogando na Arena da Baixada
DIVULGAÇÃO/SANTOS
Athletico-PR perde para o Santos jogando na Arena da Baixada

O Santos foi a Arena da Baixada neste sábado (30) para encarar o Atlhetico-PR e, quem sabe, sair de Curitiba com algo inédito na atual edição do Campeonato Brasileiro: duas vitórias seguidas. E conseguiu, com direito a lei do ex em dose dupla: 1 a 0.

O gol da vitória saiu no segundo tempo. Marcos Guilherme recebeu no meio, levantou a cabeça e cruzou para Madson subir entre dois zagueiros e testar para garantir três pontos fundamentais na luta contra o rebaixamento.

Leia Também

O resultado levou o Peixe aos 35 pontos contra 34 do próprio Athletico e 6 à frente do Juventude, que joga neste sábado contra o Bahia, que tem 32.

Na próxima rodada, o time de Fábio Carille volta à Vila Belmiro, palco em que venceu as duas últimas vezes no Brasileirão, diante de Grêmio e Fluminense. O adversário será o Palmeiras, no domingo (7), às 16 horas.

(Veja na galeria abaixo fotos da vitória do Santos sobre o Athletico)

Leia Também




O jogo

Escalado novamente com três zagueiros, e ainda contando com Balieiro como volante “mordedor”, o Santos teve um início organizado, e pouco sofreu com o finalista da Copa do Brasil e da Sul-Americana. Felipe Jonatan, mais uma vez atuando como meio-campista, tinha espaço para trabalhar, e foi assim que levou perigo ao goleiro do Athletico pela primeira vez.

O Athletico chegou pela primeira vez em uma cabeçada de Pedro Rocha aos 15 minutos, mas João Paulo fez um verdadeiro milagre, evitando que a defesa santista levasse mais um gol pelo alto na atual temporada – ponto fraco desde o Estadual.

Esses foram os lances de maior perigo na etapa inicial, que acabou caracterizada mais pela aplicação tática das equipes na marcação do que nas chances reais de gol. Foi um jogo estudado e espelhado, sem grades emoções.

Dupla lei do ex

Na etapa final, o Santos voltou sem o uruguaio Velázquez, que pediu para sair, e chegou ao gol logo aos 3 minutos de jogo, com a lei do ex em dobro. Marcos Guilherme levantou a cabeça e jogou na área para Madson, no meio de dois zagueiros, testar para as redes: 1 a 0. O Athletico-PR poderia ter empatado logo na sequência, mas Terans isolou, mesmo livre de marcação.

Depois do gol, o jogo passou a ser uma espécie de ataque contra defesa, com o Athletico-PR tentando aproveitar o nervosismo de Wagner Palha para chegar ao empate. Mesmo amassado, o Santos conseguiu se segurar e, pela primeira vez no atual Campeonato Brasileiro, conseguiu fazer a torcida sorrir por dois jogos seguidos.

FICHA TÉCNICA
ATLHETICO-PR 0 X 1 SANTOS


Data e hora: 30 de outubro de 2021, às 17h
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: João Paulo, Vinícius Balieiro (Santos), Zé Ivaldo (Athletico-PR).
Gols: Madson (1 x 0), aos 3 minutos do 2º tempo

Atlhetico-PR: Santos; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Nicolás Hernández (Nikão); Marcinho (Khellven), Erick (Léo Cittadini), Christian e Abner; Terans, Renato Kayzer e Pedro Rocha (Bissoli). Técnico: Alberto Valentim

SANTOS: João Paulo; Danilo Boza, Emiliano Velázquez (Wagner Palha) e Robson; Madson, Vinicius Balieiro, Felipe Jonatan (Sánchez), Marcos Guilherme (Pará) e Lucas Braga; Ângelo (Moraes) e Diego Tardelli (Raniel). Técnico: Fábio Carille

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários