Daniel Alves está sem clube desde que deixou o São Paulo
Reprodução/Instagram
Daniel Alves está sem clube desde que deixou o São Paulo

O coordenador técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, falou sobre a saída de  Daniel Alves, que rescindiu o contrato em setembro após uma dívida que hoje gira em torno de R$ 18 milhões. Para ele, o Tricolor não tinha condições de arcar com o jogador.

- O São Paulo não tinha condições de ter o Daniel, porque o salário dele é altíssimo, como foi demonstrado. Então, o jogador também tem razão. O cara vai lá, trabalha todo dia, joga. Ele tem que receber. Acumulou muito a dívida, porque não pagavam desde quando ele chegou, não sei. Nisso ele tem razão - afirmou Muricy, em entrevista ao 'Mesa Redonda', da 'TV Gazeta'.

Muricy relembrou da polêmica fala de Daniel Alves após a conquista do ouro olímpico, quando o jogador criticou a diretoria do São Paulo pela dívida. Segundo o dirigente, as duas partes falharam na relação.

- Acho que os dois lados falharam. Agora, o que não foi legal, e acho que depois ele até reconheceu, foi depois da Olimpíada. As declarações não caíram bem. A gente facilitou a ida dele para as Olimpíadas. Não criamos nenhum problema. A gente respeitou o sonho dele, e receber aquelas palavras, acho que foi duro demais - finalizou Muricy.

Leia Também

Leia Também




Livre no mercado, Daniel Alves chegou a ter negociações avançadas com o Fluminense, mas o negócio não avançou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários