Pedro
Reprodução/Twitter
Pedro

Após viver um momento complicado no Flamengo , o atacante Pedro (confira galeria abaixo) vem recuperando aos poucos o bom futebol no clube carioca. Convocado para disputar os Jogos Olímpicos pela seleção brasileira, o jogador, de 24 anos, acabou não sendo liberado. Apesar de admitir que desejava participar do torneio, o goleador elogiou a forma como o Rubro-Negro soube lidar com a situação.


"Em toda a situação, houve sinceridade e honestidade de ambas as partes, do Flamengo e minha. Isso é o mais importante. Era um desejo meu disputar a Olimpíada, isso não é novidade para ninguém, mas não foi possível. É olhar para frente e agir no que eu posso interferir, no presente e no futuro. Quero aproveitar os jogos que terei pela frente e sei que fazendo isso no Flamengo tenho grandes possibilidades de ser convocado novamente. Vou dar o meu melhor no dia a dia, para evoluir e estar sempre no radar da Seleção", afirmou em entrevista ao portal "globoesporte.com".

Sem poder disputar os Jogos de Tóquio, Pedro mantém a esperança de estar na Copa do Mundo de 2022. O centroavante já foi chamado por Tite em uma oportunidade e figura quase sempre nas pré-listas do técnico da seleção brasileira.

Leia Também

Leia Também

"Um dos motivos para eu voltar para o Flamengo foi voltar ao radar da Seleção. É um sonho disputar a Copa do Mundo. Dando meu melhor no Flamengo, as coisas vão acontecer. Então, vou lutar, vou batalhar para chegar lá e permanecer", disse.

No entanto, uma das dificuldades que Pedro tem, se não a principal, é ser reserva de Gabigol no Flamengo. Ao falar sobre a situação, o centroavante afirmou que em um grupo qualificado como o do clube carioca a concorrência é bastante alta.

"Fui contratado para jogar no Flamengo. Assim como ninguém é contratado para ser titular, ninguém também é contratado para ser reserva. Trabalho no dia a dia para estar entre os 11 titulares e dou meu melhor nos treinos e jogos. Tudo que vou conquistar será pelo meu trabalho, pela minha entrega. Sinceramente, não me preocupo muito com o que falam, me preocupo em fazer o que depende de mim. E estou em um clube que me possibilita isso, brigar por títulos. Vou buscar o meu espaço e confio no meu potencial", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários