Reece
Instagram
Reece

O lateral-direito Reece James, que defende as cores do Chelsea, teve a sua casa invadida por criminosos  e, entre os objetos roubados, estavam muitas das medalhas que conquistou na carreira, entre elas a da última Champions League.

No Brasil, o meia Willian, que deve fazer sua estreia com a camisa do Corinthians no próximo domingo, diante do América-MG, falou sobre o ocorrido em postagem nas redes sociais.

Ele, que atuou ao lado do jogador inglês antes de partir para o Arsenal, postou uma imagem da câmera de segurança do ex-companheiro de Premier League e deixou uma mensagem em inglês: "Lowlife People", algo como "pessoas desprezíveis e sem moral". Ele também marcou o ex-companheiro.

Reece James confessou que não estava em casa no momento da ação. Em nota oficial no Instagram, o lateral-direito pediu a ajuda da torcida do Chelsea para resolver o caso.

"Estas medalhas foram conquistadas em representação do Chelsea e da Inglaterra - honras que nunca me podem ser tiradas, quer tenha ou não as medalhas físicas para o provar. No entanto, estou apelando a todos os meus fãs do Chelsea e da Inglaterra para ajudar a identificar e denunciar esses indivíduos desprezíveis que nunca conseguirão descansar enquanto as evidências se acumulam contra eles", disse o atleta.

Em sete temporadas pelo Chelsea, Willian disputou 339 jogos e marcou 63 gols. O brasileiro conquistou nesse período no clube dois títulos do Campeonato Inglês, um da Liga Europa, uma Copa da Inglaterra e uma Copa da Liga Inglesa. Em 2013, quando Willian iniciava sua jornada no time inglês, James estava no sub-16 do atual campeão da Champions League.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários