Sormani
Reprodução/Twitter
Sormani


Apesar de não marcar contra o Grêmio, ontem, no Maracanã , Gabigol foi um dos principais personagens do jogo. Irritado com a interrupção do árbitro Rodolpho Toski Marques para atendimento de um atleta tricolor, Gabriel Barbosa perdeu a cabeça e chutou a bola para fora do campo. Em seguida, discutiu com Felipão , técnico gremista, antes de ser substituído. Para o comentarista Sormani, a ação é passível de punição pela cúpula do Flamengo .

Leia Também


(Confira a galeria de fotos de Flamengo 2 x 0 Grêmio)


- É chegado o momento de alguém dar um basta no Gabriel. Eu sou muito fã dele, todo mundo sabe, mas é preciso dar um basta. Ele (Renato Gaúcho) precisa chegar e falar: "Quem manda aqui sou eu", mas não do jeito dele, que o jogador leva na brincadeira. Ele precisa pegar e falar: "Vai ficar no banco por causa do que você fez". Ele precisa dar um basta - disse no "Bate-Bola Debate" de hoje.

- O Gabriel não é maior que o Flamengo. O Renato precisa dar um basta, porque a diretoria é frouxa, eles não punem, eles são coniventes e, já que a diretoria é conivente, o Renato tem que agir e botar no banco, se não aceitar, vai pra diretoria resolver - completou o comentarista da ESPN

Enquanto alguns internautas condenaram Gabigol pelo bate-boca com o treinador, outros o apoiaram.

Classificado para a semifinal da Copa do Brasil, a equipe de Renato Gaúcho encara o Athletico-PR.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários