Penta com a Seleção recusaria convite de Galvão
Divulgação
Penta com a Seleção recusaria convite de Galvão

Em entrevista ao canal "Camisa 21" no YouTube, o ex-jogador Rivaldo foi questionado se iria a churrasco do narrador Galvão Bueno. O pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, respondeu que "ia preferir ficar em casa".

"Não tenho nada contra o Galvão. Já o vi várias vezes, ele fala muito bem de mim. Já estive com ele em Orlando, mas [se ele me chamasse para um churrasco], eu ia preferir ficar em casa", disse o ex-jogador Rivaldo (veja na galeria abaixo fotos) ao Camisa 21, no YouTube.


O conflito entre os dois começou em 2014, quando o narrador listou uma série de ídolos da seleção brasileira após a transmissão da disputa de terceiro lugar na Copa do Mundo e não citou o ex-meia. Na ocasião, o Brasil perdeu por 3 a 0 para a Holanda.

Você viu?

"A história do futebol brasileiro, a história dos 100 anos da seleção escrita por Pelé, por Garrincha, por Didi, por Nilton Santos, por Tostão, por Zagallo, por Gerson, Rivellino, Jairzinho, por Romário, por Ronaldo… também aqueles que não conquistaram o título como o Junior, Casagrande, como Falcão, como Zico, como Sócrates. A história escrita por todos esses jogadores merecia uma participação melhor (nesta Copa do Mundo)", disse Galvão Bueno.

Após a fala do narrador da Globo, Rivaldo publicou um desabafo em suas redes sociais sobre a ocasião e destacou que não precisava de reconhecimento do jornalista.

"Não preciso do seu reconhecimento Galvão Bueno. O povo brasileiro e o mundo sabem da minha importância para a história da seleção brasileira e do futebol mundial. Nunca precisei puxar saco de ninguém da mídia. Fiz meu papel e muito bem feito. E você Galvão sabe muito bem o porquê estou falando isso", disse Rivaldo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários