Jogo entre Brasil e Argentina foi interrompido no último domingo
Reprodução / TV Globo
Jogo entre Brasil e Argentina foi interrompido no último domingo


A CBF publicou uma nota nesta segunda-feira em que busca informar que não interferiu para a participação dos jogadores argentinos no  confronto deste domingo. A entidade também afirma que reuniu-se com a Anvisa e com a AFA antes do jogo.

Em nota, a CBF afirma que foi representada pelo Dr. Roberto Nishimura, Coordenador Operacional da Comissão Médica Especial na reunião do último sábado no hotel em que a Seleção Argentina estava hospedada. Na ocasião, representantes da entidade, da Vigilância de Saúde do Estado de São Paulo, do Ministério da Saúde, da Anvisa, da Conmebol e da Associação Argentina de Futebol discutiram a situação.

A CBF informa que "em nenhum momento houve qualquer manifestação por parte do representante da CBF às autoridades quanto à questão sanitária dos quatro atletas argentinos, seja no sentido de liberar ou de vetar sua participação no jogo".

Você viu?

(Veja abaixo galeria de fotos de Emiliano Martínez, um dos argentinos envolvidos na confusão)


- Nesta reunião, os representantes da Seleção Argentina foram informados de que havia uma irregularidade no ingresso dos jogadores, que eles deveriam ficar em quarentena e receberam a orientação das autoridades para solicitarem, junto aos órgãos competentes, a autorização especial para que os jogadores tivessem sua situação regularizada. Tratou-se de uma discussão técnica entre Anvisa, Ministério da Saúde e Associação Argentina - publicou a CBF.

Por fim, a Confederação Brasileira de Futebol ainda afirma que "foi sempre na tentativa de promover o entendimento entre as entidades envolvidas para que os protocolos sanitários pudessem ser cumpridos a contento e o jogo fosse realizado".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários