Romero
Instagram
Romero

O ex-jogador do Corinthians, Angel Romero, e o seu irmão Oscar, utilizaram as redes sociais para fazer uma forte declaração contra a direção do San Lorenzo. Nela, deixaram claro que estão há cinco meses sem receber salário e que a situação econômica do clube argentino é "terrível”.

No comunicado, eles afirmam não tinham a intenção de deixar o clube e que foi o presidente do clube argentino que afirmou que desejava encerrar os dois contratos, por não term condições de pagá-los.

“A situação econômica da instituição é calamitosa e precisa de uma solução urgente. Não pedimos para sair do clube, pelo contrário, fomos convidados a procurar outro clube porque o nosso já não o pode cumprir o contrato", apontaram.

Vale lembrar que os "Romeros" se reuniram na semana passada com o presidente Horacio Arreceigor e com o empresário Mauro Cetto. Foi então que o clube comunicou a difícil situação e a necessidade de encontrar uma saída nas próximas semanas.

Você viu?

Os paraguaios já não jogaram como titulares no último domingo contra o Argentinos Juniors e não entrarão em campo nessa quarta-feira, contra o Estudiantes de La Plata, já que o técnico Paolo Montero sabe que eles não vão continuar na instituição e prefere buscar soluções.

"Que os adeptos do San Lorenzo tenham plena garantia de que, até que as circunstâncias o determinem, continuaremos a oferecer o nosso melhor esforço e profissionalismo em homenagem aos elevados interesses desta querida instituição", concluíram os irmãos no comunicado.

Sobre o futuro, por enquanto, o San Lorenzo não tem ofertas formais para jogadores e, para piorar, na Europa só falta uma semana (até 31 de agosto) para fechar o mercado. Diante disso, restaria aos irmãos um clube nos Estados Unidos ou mesmo um desembarque no Brasil, onde Angel fez sucesso no Corinthians.

Os jogadores têm um contrato em San Lorenzo até junho de 2022 e seus empresários correm contra o tempo em busca de propostas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários