Duilio
Divulgação
Duilio

O jogo entre Corinthians e Athletico Paranaense já está pegando fogo antes mesmo da bola rolar. O clube paulista entrou com uma ação na Justiça de São Paulo nesta sexta-feira (20) para tentar impedir a transmissão da partida pela Jovem Pan no YouTube e na plataforma Twitch.

Marcado para domingo, às 16 horas, o alvinegro aponta que não foi consultado pelo Athletico Paranaense para a transmissão em questão. O Furacão, por sua vez, promete exibição em sua plataforma própria, além de repassar os direitos para a Jovem Pan e o Twitch, usando como argumento a Lei do Mandante, que dá ao anfitrião das partidas o direito de transmissão.

Em nota oficial, o Corinthians, com contrato de exclusividade na TV aberta, TV paga e pay-per-view com a Globo até 2024, afirmou que "promoverá nesta sexta-feira, 20 de agosto, um pedido de tutela antecipada, cujo objetivo é determinar a abstenção da transmissão não autorizada da partida contra o Athletico Paranaense".

O clube lembra que as transmissões dos jogos de futebol são reguladas pela Lei Geral do Esporte (lei nº 9.615/98), conhecida como Lei Pelé. "Desde 1998, para que imagens de partidas possam ser captadas, fixadas, emitidas, transmitidas, retransmitidas e/ou reproduzidas, por qualquer meio, é indispensável haver consenso entre o clube mandante e o visitante. No entanto, no caso da partida em questão, não houve nenhum contato por parte do mandante ou de terceiros - por cujas plataformas a equipe do Paraná anuncia que transmitirá a partida", apontou.

Vale lembrar que Corinthians e Globo são grandes parceiros comerciais. A emissora carioca, aliás, aprovou a atitude do clube em tentar proibir a transmissão, que será feita pela emissora carioca para São Paulo e parte do Brasil, com o comando do narrador Cléber Machado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários