Romero
Reprodução / Corinthians
Romero

Os "irmãos Romero", como são conhecidos os gêmeos paraguaios Ángel e Óscar, devem deixar em breve o San Lorenzo, da Argentina, já que ainda não chegaram a um acordo de renovação do contrato atual, com vencimento em junho de 2022.

De acordo com o diário argentino Clarín, o presidente do clube, Horácio Arreceygor, conversou com os dois jogadores no último domingo, antes da derrota diante do Talleres por 2 a 0, para tentar encaminhar uma renovação. Porém, em crise financeira e com dificuldade de pagar os vencimentos, avisou que, se ambos não reduzirem suas reivindicações, seria inviável uma permanência.

(Veja na galeria abaixo imagens da passagem de Romero no Corinthians)

Nesse contexto, Oscar e Ángel Romero teriam alertado o presidente do San Lorenzo que preferem uma negociação, caso surja uma oferta.

A ideia do San Lorenzo era uma renovação até dezembro de 2023, porém, o grande temor é não chegar a um acordo e os paraguaios deixarem o clube sem uma compensação financeira, no meio do ano que vem. Isso porque, o clube argentino precisa fazer uma grande venda antes do final do ano para acomodar suas finanças. 

Ángel Romero é muito conhecido no futebol brasileiro, principalmente pela passagem de sucesso no Corinthians. Estrangeiro com mais jogos pelo clube (222 partidas) e um dos maiores artilheiro da Arena Corinthians (27 gols), o paraguaio ficou cinco anos no Timão. Foram 38 gols marcados e quatro títulos conquistados, sendo dois Brasileiros (2015 e 17) e dois Campeonatos Paulistas (2017 e 18). 

Nessa semana, aliás, veio à tona que o agente de jogadores Regis Marques Chedid, por meio da empresa que leva o seu nome, acionou a Justiça para cobrar R$ 1.067.166,84 do clube alvinegro referente ao contrato de uso de imagem de Ángel Romero. O empresário alega que o Alvinegro não pagou parte do valor combinado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários