Atacante foi cortada da Seleção Brasileira antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Reprodução/Instagram
Atacante foi cortada da Seleção Brasileira antes da disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio

A atacante Cristiane revelou que carrega mágoa por ter sido cortada por Pia Sundhage da lista da Seleção olímpica feminina , nas vésperas da Olímpiada. Ela acredita que poderia ajudar a equipe, pelo menos, com a experiência que adquiriu ao longo da carreira, mesmo que no banco de reservas.

(Confira abaixo a galeria de fotos de Cristiane Rozeira)


Cris disse ainda que estava em uma fase melhor do que estava quando foi convocada para a Copa do Mundo e que tinha batido todas as metas estipuladas pela comissão técnica.

- Foi difícil, porque não foi uma decisão minha. Geralmente, é pedido para cada atleta alguns dados, algumas metas que ele precisa alcançar. E eu alcancei todos, inclusive com números até melhores do que os da Copa do Mundo, que eu fui convocada. Então me deixou bastante chateada a maneira como foi, porque eu sabia que tinha condições de compor o grupo, tinha experiência pra isso. Mesmo que eu ficasse no banco, acho que faria diferença. Porque quando você tem um histórico dentro do esporte, você traz uma preocupação maior para as equipes com as quais você está competindo. - disse à revista 'TPM'.

Você viu?



Cristiane descartou que o corte tenha sido por motivos maternos, já que recentemente ela se tornou mãe de Bento, que tem 4 meses. O bebê foi fecundado com óvulos de Cris e gestado pela esposa da atleta, Ana Paula Garcia, com quem é casada desde agosto de 2020.

- Infelizmente, as coisas fugiram dos meus planos. Teve até gente que disse que eu estava fora porque eu fui mãe, mas não foi nada disso - completou.

Cris disse ainda que pensa em ser mãe novamente, desta vez, ela é quem quer engravidar.

- A gente tem esse plano. Eu quero engravidar, mas mais para frente. Até porque tem todo o lado da retomada da vida da Ana, o Bento super novinho ainda. E tem toda a questão do meu trabalho também, que envolve o corpo. O planejamento é que eu ainda tenho uns quatro anos para jogar bola. E aí mais para frente a gente pensa sim em dar uma irmãzinha ou um irmãozinho para o Bento - afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários