Vasco perde para o São Paulo e está fora da Copa do Brasil
Agência O Globo
Vasco perde para o São Paulo e está fora da Copa do Brasil

O Vasco chegou ao fim da linha na Copa do Brasil. A bravura apresentada em São Januário, na noite desta quarta-feira, não foi suficiente para evitar a queda nas quartas de final, decretada com a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, com gols de Rigoni, Benítez e Liziero, contra.

(Veja na galeria abaixo fotos do confronto)


O Cruzmaltino, que ainda teve um gol de Cano anulado e Léo Jabá expulso, tudo isso no primeiro tempo, se despede da competição com o placar agregado de 4 a 1 para o Tricolor. Sem tempo para chorar o leite derramado, Lisca vira a chave para a Série B do Brasileiro. Em décimo, com 22 pontos, o Vasco ainda não ingressou no G-4 em 15 rodadas.

Você viu?

Com três zagueiros, o Vasco apostou em Miranda e Juninho como novidades. No entanto, a principal mudança foi a de atitude. Em um jogo aberto, o Cruzmaltino fez o que pôde para recuperar em casa o prejuízo da derrota por 2 a 0 no Morumbi. Com Reinaldo e Bruno Alves, na trave, o São Paulo se impôs, mas foi o Vasco que teve a melhor chance, com Cano, que teve o gol anulado, após o VAR marcar o toque de mão de Juninho no início da jogada.

Mas a sorte parecia não estar do lado cruzmaltino. Além do gol anulado, Lisca perdeu Bruno Gomes, machucado, e Léo Jabá, expulso. Tudo isso no primeiro tempo. A estratégia pensada para buscar a classificação desmoronou. Aos 42, Rigoni, livre de marcação, aproveitou a pane coletiva de marcação da defesa para abrir o placar de cabeça.

O Vasco controlava o jogo, tomava a iniciativa, mas sentiu os duros golpes no primeiro tempo. Com Léo Matos e Galarza no lugar de Ernando e Morato, Lisca tentou minimizar os efeitos da expulsão de Jabá, mas não teve tempo para avaliar o impacto das mexidas, pois o São Paulo aumentou a vantagem com Benítez, aos quatro minutos. Cinco meses após trocar a Colina pelo Morumbi, o camisa 8 teve o chute desviado em Castan e não comemorou.

Lisca reagiu ao duro golpe com a troca de 'chave'. Ao sacar Cano para a entrada de Sarrafiore, preservou o seu principal jogador de olho na reabilitação na Série B, a partir de sábado, contra o Vitória no Barradão. E foi com a participação de Sarrafiore na jogada que o Cruzmaltino diminuiu com o gol contra de Liziero.

Aos 34, Leandro Castan foi expulso após derrubar Vitor Bueno em direção ao gol, enterrando de vez uma possível reação. Foi o estopim para Lisca ficar doido e acabar expulso por reclamação. No dia em que César Sampaio e Cléber Xavier, auxiliares de Tite, estiveram em São Januário, os jogadores argentinos foram os principais destaques em campo.

VASCO X SÃO PAULO

Local: São Januário
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Gols: 1º tempo - Rigoni (42 minutos). 2º tempo - Benítez (4 minutos) e Liziero (25)
Cartões amarelos: Talles
Cartões vermelhos: Léo Jabá, Leandro Castan e Lisca
Público: Jogo com os portões fechados

Vasco: Vanderlei, Miranda, Ernando (Léo Matos), Leandro Castan e Zeca; Bruno Gomes, Juninho (Caio Tenório) e Marquinhos Gabriel; Morato (Galarza), Léo Jabá e Germán Cano (Sarrafiore). Técnico: Lisca.

São Paulo: Tiago Volpi, Bruno Alves, Miranda (Rodrigo Freitas) e Léo; Orejuela, Luan (Rodrigo Nestor), Talles (William) (Liziero), Benítez e Reinaldo; Rigoni (Vitor Bueno) e Pablo. Técnico: Hernán Crespo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários