Bolsonaro
Reprodução
Bolsonaro

O Maracanã receberá no sábado mais uma final da Copa América. Brasil e Argentina jogam às 21 horas e a rivalidade já está gerando as famosas provocações de ambos os lados.

O último a colocar lenha na fogueira foi o presidente Jair Bolsonaro. Durante uma reunião virtual nesta quinta-feira, que colocou o Brasil na presidência pró-tempore do Mercosul, ele cutucou o presidente da Argentina, Alberto Fernández.

“Quero dizer ao presidente da Argentina que a única rivalidade entre nós vai acontecer no próximo sábado, no Maracanã. Eu vou adiantar o placar: 5 a 0 para o Brasil. Fora isso, meu prezado Alberto Fernández, o Brasil sempre vai querer o melhor para a Argentina, assim como para Uruguai e Paraguai”, apontou.

Mais comedido nas provocações, o argentino respondeu apenas dando risada.

Os argentinos garantiram a vaga para a final nas cobranças de pênalti, durante a semifinal disputada contra a Colômbia na noite de terça-feira (6). Após um empate no tempo regulamentar, em 1 a 1, a classificação veio nas penalidades graças a três defesas do goleiro argentino Emiliano Martínez.

A partida pode marcar a redenção de Lionel Messi, que ainda não conquistou um título com a seleção adulta da Argentina. Messi já esteve em quatro finais com sua seleção: perdeu três finais de Copa América (para o Brasil em 2007; para o Chile, em 2015 e 2016) e uma final de Copa do Mundo, no mesmo Maracanã, em 2014, para a Alemanha.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários