Guilherme Arana
Bruno Cantini/Agência Galo
Guilherme Arana

O lateral Guilherme Arana fez a doação de cobertores e alimentos a moradores em situação de rua da cidade de São Paulo.

Um dos principais nomes do Atlético Mineiro e do grupo de atletas convocados para defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o jogador, com passagem marcante no Corinthians, tem se destacado também fora das quatro linhas com a realização de diversas ações sociais.

Desta vez, o lateral-esquerdo, comovido com a triste situação pela qual moradores de rua estão passando - com o frio extremo dos últimos dias no país, em especial em São Paulo, onde sete pessoas já morreram nesta semana -, resolveu comprar cobertores e distribuir alimentos na capital paulista, onde nasceu e viveu boa parte da sua vida.

(Veja abaixo galeria de fotos do jogador)

Ele contou com a ajuda da família para promover ação e resolveu divulgar a atitude nas redes sociais para incentivar a contribuição de mais pessoas.

Para colocar em prática a bela atitude, o jogador do Galo contou com a ajuda da própria mãe, Cintia, que, nesta quinta-feira (1), comprou centenas de cobertores e resolveu preparar sopas para aquecer as pessoas sem moradia.

Você viu?

Além disso, com a contribuição de sua esposa, Gabriela Melchior, Arana, em parceria com a ONG SP Invisível, passou a arrecadar dinheiro para a compra de dois mil agasalhos de moletom, que serão distribuídos com um kit de higiene e máscara em prol dos mais necessitados. 

"Toda ajuda nesse momento é fundamental. Ontem, estava em casa com a minha família e a minha mulher me mostrou a notícia de que pessoas em situação de rua estavam morrendo, em São Paulo, por causa do frio. Na hora, fiquei muito sensibilizado e pensei que deveria fazer algo. Fiquei triste e resolvi, com a ajuda dela e da minha mãe, encontrar maneiras de ajudar. Muitas pessoas precisarão de um auxílio nesse momento e, dentro do possível, devemos mostrar solidariedade, cada um fazendo a sua parte”, comentou.

"Hoje, minha mãe já comprou cobertores e irá fazer sopas para levar ao pessoal. Eu vou ficar em cima dessa situação e farei mais ações para ajudar, de alguma forma, a minimizar esse sofrimento”, completou o atleta.

Desde o ano passado, quando desembarcou no Atlético Mineiro, Guilherme Arana vem sendo um dos grandes destaques do clube mineiro. Até aqui, o camisa 13 disputou 67 jogos, marcou nove gols, deu 12 assistências e foi campeão estadual duas vezes.

Além disso, foi eleito o melhor jogador da sua posição no Brasileirão 2020 nos principais prêmios do país: CBF, Bola de Prata e Troféu Mesa Redonda.

Ainda neste mês, Arana embarcará para o Japão, onde o Brasil tentará conquistar a segunda medalha de ouro de sua história no futebol, nas Olimpíadas de Tóquio.

Cabeça de chave do Grupo D, a Seleção fará sua estreia em Yokohama, contra a Alemanha, no dia 22 de julho. Na segunda rodada, enfrentará, no dia 25, no mesmo local, a Costa do Marfim. Já no dia 28 de julho, encerra a fase no duelo com a Arábia Saudita, em Saitama.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários