Paulinho
Nelson Antoine/AP
Paulinho

O sonho do torcedor do Corinthians de ter de volta o ídolo Paulinho está mais longe. Além da dificuldade financeira, o clube alvinegro tem outro concorrente de peso, o desejo do jogador de voltar à Europa.

Em entrevista ao Mundo Deportivo, o volante deixou claro sua intenção. 

"Minha primeira opção é voltar à Europa. Ainda me vejo com possibilidade e com capacidade para seguir competindo, lutar para ganhar mais títulos", afirmou ele, abrindo as portas para um retornou ao Barcelona. "O Barcelona é uma equipe que eu conheço bem. Passei um ano inesquecível ali, tanto no clube quanto na cidade. Vencemos La Liga e uma Copa do Rei. Se tivesse outra oportunidade, e fosse algo bom para mim e para minha família, iria encantado".

A definição, segundo ele, será tomada com calma. "Sei que depois de um ano que estive no Barça com certeza agora haverá times na Europa que se interessem por mim, mas tudo é muito recente (rescisão na China) e temos que esperar", disse.

Você viu?

O jogador ainda alegou que o dinheiro não seria problema, visto que o Barça não passa por um bom momento financeiro. "Para mim, os temas dinheiro e duração de contrato nunca foram e não são um problema, ainda mais se o Barcelona me chamar. Já demonstrei isso quando saí da China e fui recebendo menos do que recebia no Guangzhou. Nunca coloquei o dinheiro à frente da minha carreira. Desta vez, o clube nem sequer teria que pagar uma multa por mim", alegou.

O jogador também falou sobre sua atual condição física e explicou sua situação com o time chinês. "Eu estou no Brasil há seis ou sete meses porque o consulado chinês não me deu permissão para viajar devido à pandemia de Covid-19. Durante esse tempo, tenho treinado com o Red Bull Bragantino. Lá eles receberam as diretrizes de treinamento de Guangzhou e eu as segui. Porém, visto que eu não poderia viajar e que ainda tinha mais um ano de contrato, às duas partes concordaram em rescindir o contrato", explicou.

Aos 32 anos, o meio-campista Paulinho jogou na Corinthians entre os anos de 2010 e 2013. No total, disputou 161 partidas, marcou 34 gols e conquistou cinco títulos: o Mundial de Clubes e a Libertadores em 2012, o Campeonato Brasileiro em 2011 e o Paulistão e a Recopa Sul-Americana em 2013.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários