Rodrigo Muniz
Reprodução / Instagram Rodrigo Muniz
Rodrigo Muniz

As boas atuações de Rodrigo Muniz com a camisa do Flamengo fizeram com que o jogador despertasse o interesse de clubes do exterior.  Depois de Genk, da Bélgica, foi a vez do Al-Nasr , dos Emirados Árabes, desejar a contratação do atacante. O clube de Dubai, inclusive, fez proposta salarial aos representantes do jovem, que enviaram uma contraproposta e até o momento não tiveram retorno.

Veja galeria de fotos de Rodrigo Muniz:


Os representantes do Al-Nasr nas conversas por Rodrigo Muniz inicialmente procuraram o Flamengo e indicaram que o clube dos Emirados estava disposto a pagar a mesma quantia que o Genk havia oferecido (5 milhões de euros, cerca de 30 milhões de reais). O Rubro-Negro, entretanto, não deu resposta oficial, apenas que topava abrir negociações por uma venda.

Em seguida, os representantes do Al-Nasr procuraram o agentes do centroavante e ofereceram contrato de três anos, com possibilidade de estender por mais dois, salário de 500 mil euros por ano e outros benefícios, como casa e carro pagos pelo clube.

Os empresários de Muniz, mesmo entendendo que o Mundo Árabe não é a preferência no ponto de vista técnico e que a Europa seria um melhor caminho para o atleta, fizeram uma contraproposta que é considerada irrecusável e que poderia fazer o pé de meia do jogador e da família.

Você viu?

Segundo apurou a reportagem, as cifras pedidas pelos empresários do goleador do Flamengo ao Al-Nasr é de 1,5 milhões de euros por ano, cerca de 9 milhões de reais por temporada, só de salário. Até a publicação da matéria, o clube dos Emirados Árabes não havia enviado a resposta.

Em janeiro, o Al-Nasr fez o mesmo quando demonstrou interesse em Everton Ribeiro. O clube primeiro conversou com o Flamengo, que deu o "aval" para abrir negociações e estabeleceu até um valor pela venda do meia. Depois foram conversar com os representantes do jogador. Após passar dias, eles procuraram novamente o Rubro-Negro, mas o documento assinado pela diretoria carioca já havia vencido e precisou renegociar as cifras, o que fez o time de Dubai desistir do negócio.

SITUAÇÃO CONTRATUAL DE MUNIZ NO FLAMENGO:

Embora esteja em alta, Rodrigo Muniz está com o salário em "baixa". O atacante é o único jogador promovido ao time profissional de 2020 para cá que não recebeu valorização, como aconteceu com Hugo Souza, Matheuzinho, Ramon (que voltou para o Sub-20) e João Gomes.

No início do ano, a diretoria e os representantes chegaram a negociar uma renovação para que o atleta tivesse uma valorização salarial, mas as partes não chegaram a um acordo. O vínculo de Muniz com o Flamengo vai até maio de 2024, e o salário dele gira em torno de R$ 20 mil, o que faz a multa rescisória para o mercado brasileiro ser baixa: R$ 42 milhões. Para o exterior, o montante é 50 milhões de euros, mais de R$ 300 milhões.

NÚMEROS DE MUNIZ NA TEMPORADA 2021:

- Vice-artilheiro no Campeonato Brasileiro, com três gols;
- Nove gols em 19 partidas (sete como titular);
- Em média, são 95 minutos para balançar a rede.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários