Adnet
Arquivo pessoal
Adnet

O humorista botafoguense Marcelo Adnet foi outro que entrou em polêmica com o apresentador e colega de emissora Luciano Huck, ao postar no Twitter, nessa quarta-feira, uma ironia utilizando a foto do ex-jogador da Seleção Brasileira e tetracampeão do mundo em 1994, Branco.

Tudo começou quando Huck anunciou no programa "Conversa com Bial" que não será mais candidato à Presidência da República, além de ter afirmado que votou em branco nas últimas eleições e que votaria novamente, sendo muito criticado nas redes sociais.

“Ninguém nunca me perguntou isso diretamente, mas eu não vou me furtar da resposta, porque acho que hoje em dia no Brasil você não se posicionar é você compactuar com o que tá acontecendo. Eu votei em branco na última eleição, é o que eu devia ter feito e fiz com bastante tranquilidade. Os dois candidatos que se apresentavam naquela época, eu não me sentia representado por nenhum dos dois. Votei em branco e votaria em branco de novo”, disse Huck;

Adnet não perdoou e, em uma postagem no Twitter, publicou a foto do ex-jogador Branco e a mensagem: “Branco 2022”, fazendo um trocadilho com o suposto voto do comunicador.

Você viu?



Branco é hoje coordenador técnico da base da CBF. Antes de se consagrar em 1994, ele vestiu a camisa do Internacional em 1981. Entre 1983 e 1985, conquistou o tricampeonato Carioca com o Fluminense. Como jogador, teve passagem pelo Corinthians e encerrou a carreira em 1998 novamente com o time carioca, ele também teve carreira em times da Europa, como Brescia e Genoa.

Essa não é a primeira crítica recebida por Luciano Huck. Vale lembrar que Samantha Schmutz também fez um post nos Stories do Instagram que levantou suspeitas de que seria uma possível indireta para o apresentador da Rede Globo.

Na publicação, a atriz dizia: “Quem votou em branco em 2018 e continua afirmando que votaria de novo é conivente com tudo o que está acontecendo no país! Se toda a destruição e genocídio promovidos por Bolsonaro não mudou a sua opinião é porque você é parte do problema!”, afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários