Carlão
Reprodução
Carlão

Carlos Antonio Anunciação, mais conhecido como Carlão, negocia para assumir como gerente das categorias de base do Corinthians. Segundo apurado pela reportagem do IG Esportes, ele estaria em fase final de rescisão com o Athletico-PR, onde ocupa atualmente o cargo de observador técnico na região Norte/Nordeste, e definindo detalhes do acerto com o clube paulista. 

Se o acordo for realmente concretizado, ele deve assinar o contrato com o alvinegro na semana que vem. A ideia é que o novo gerente chegue para trabalhar em parceria com o coordenador e ex-jogador Alex Meschini e o diretor Osvaldo Neto.

Graduado em Educação Física e Pós-Graduado em Gestão de Pessoas, Carlão tem grande experiência em categorias menores. Ele começou a carreira no futebol em 1984 e se tornou preparador físico do time sub-17 e também foi treinador do sub-15 do Bahia, onde colaborou com a formação de nomes como Charles e Marcelo Ramos.

Ele também teve passagem de sucesso pelo Vitória, a partir de 1992, quando ajudou na formação do goleiro Fábio Costa, ex-Corinthians. Em 1997, trocou os gramados pela observação técnica. Ao retornar ao Bahia no início dos anos 2000, desta vez como superintendente da base, novamente ajudou no surgimento de atletas, entre eles, o lateral Daniel Alves.

Após um tricampeonato baiano sub-20 entre 2003 e 2005, Carlão retornou à Toca do Leão, onde revelou nomes como David Luiz, Marcelo Moreno e Anderson Martins. Por lá, levantou as Copas do Brasil sub-15 (2010), sub-20 (2012) e sub-17 (2015).

Você viu?

Antes de chegar ao Athlético-PR, também foi observador técnico do Palmeiras na região Nordeste e exerceu um cargo na categoria de base do Fortaleza, onde deixou a função após cinco meses, devido a um desentendimento quanto à metodologia de trabalho.

No Corinthians, ele chegaria para ocupar a vaga do ex-goleiro Fernando Yamada. O dirigente não trabalha mais no departamento de formação de atletas. Yamada estava afastado do cargo e já sabia que não continuaria na função em 2021. Em nota  recente, o Timão informou que "clube e funcionário estudarão projetos". 

Antes de negociar com Carlão, o alvinegro tentou Carlos Brazil, executivo da base do Vasco, mas a negociação não foi para frente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários