Thiago Galhardo e Gabigol
Reprodução
Thiago Galhardo e Gabigol

Ex-jogador do Vasco e atualmente no Internacional , Thiago Galhardo vive um momento polêmico no fim da última temporada após ser provocado por Gabigol . Flamengo e o Colorado brigavam pelo título do Brasileiro, que acabou ficando com o Rubro-Negro . O ídolo do clube carioca provocou Galhardo na comemoração. Em participação no programa Futebol na Veia, da ESPN, o ex-cruzmaltino minimizou a polêmica.

"Não sou um cara rancoroso, não guardo mágoa. Já falei que não foi provocação. Mas, não me machucou em nenhum momento, sou um cara esclarecido, para mim não muda nada. Agradeci ele, até, e volto a dizer: num momento tão especial de conquista do bicampeonato, pela forma como foi, ele lembrar de mim, fico muito feliz. Se fosse eu o campeão, com certeza estaria com meus amigos comemorando, com minha família e jamais pensaria em provocar alguém. Para mim está tudo resolvido, vida que segue e se a gente se encontrar, provocação zero', disse.

O jogador admitiu que o Rubro-Negro e o Palmeiras são os principais favoritos aos títulos na temporada atual. "Ambos têm um conjunto há mais tempo, tem a questão salarial, que conta, são jogadores de Seleção, de altíssimo nível, um bicampeão brasileiro o outro campeão da Libertadores, da Copa do Brasil. Então, não tem o que falar, são times a serem batidos, sim", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários