Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Corinthians


Em mais uma ótima partida de Luan e com direito a golaço do meia, o Corinthians bateu o Sport Huancayo-PER por 3 a 0, em Lima, e se manteve vivo na disputa por uma vaga no Grupo E da Copa Sul-Americana. O camisa 7 marcou duas vezes na partida, enquanto Cauê completou o placar. Próximo compromisso pela competição é contra o Peñarol, líder absoluto da chave.

Timão mostra superioridade e abre 2 a 0 na primeira etapa

Como era de se esperar, o Alvinegro tomou conta das ações do jogo logo no início do primeiro tempo e não demorou muito para abrir o placar. Aos quatro minutos, Fagner bateu falta para a área, a zaga Huancayo desviou e a bola sobrou para Luan, oportunista, finalizar e balançar a rede. Cinco minutos depois, João Victor foi chutado na área, mas o árbitro ignorou o pênalti.



Os peruanos ensaiaram chegar com o brasileiro Liliu, que chutou longe do gol. Já o Corinthians intensificou o volume no ataque e quase chegou ao segundo. Após roubar a bola, Fagner cruzou para a área e achou Cauê, que cabeceou por cima, mas perto do gol. Pouco depois, o mesmo Cauê, em boa partida, ajeitou para Luan chutar e exigir grande defesa do goleiro Joel Pinto, do Huancayo.

O segundo gol amadureceu e foi a vez de João Victor assutar o goleiro com um cabeceio. Na sequência, Lucas Piton roubou a bola na defesa, tabelou com Otero e cruzou na medida para Cauê finalizar para a rede: 2 a 0 Timão. O Huancayo ainda teve duas oportunidades na primeira etapa, mas sem sucesso. Enquanto Otero finalizou com perigo e obrigou mais um boa defesa do goleiro adversário. Por fim, Luan teve uma chance na grande área, mas finalizou fraco.

Luan coroa atuação com um golaço e Timão confirma a vitória

Na volta do intervalo, o Corinthians voltou com ainda mais volume ofensivo, mas iniciou um festival de gols perdidos. Logo aos dois minutos, após escanteio, Jemerson subiu mais do que toda a zaga adversária, mas errou o alvo. Quatro minutos depois, uma chance enorme desperdiçada com Otero, que recebeu grande passe de Luan e, cara a cara, chutou na mão do goleiro.

Em seguida foi a vez de Cauê perder três oportunidades praticamente consecutivas. Na primeira a bola quicou e "matou" o centroavante, na segunda, após uma sequência de chances, o jovem chutou por cima passe que recebeu de Fagner. Na terceira João Victor desviou cruzamento de Luan e Cauê chegou atrasado. Nesse período, Ramiro ainda assustou duas vezes em chutes de fora.

Mancini decidiu mexer aos 26 minutos, tirou Cauê e Jemerson e colocou Jô e Gil, mas quem brilhou foi quem já estava em campo. Luan virou o jogo para Fagner na direita, que cruzou para Gabriel na entrada da área ajeitar com categoria para Luan dominar e acertar o ângulo fazendo um golaço, o segundo desse nível em duas partidas, e o segundo dele no jogo: 3 a 0 Timão no Peru.

Já com o jogo definido, Jô marcou um gol em enfiada de Gabriel, mas o auxiliar marcou impedimento. Pensando nos próximos jogos, Mancini mexeu mais três vezes, inclusive dando mais minutos para Mateus Vital, voltando de cirurgia. O Huancayo buscou um gol de honra, mas não teve forças para tal. Com boa atuação, o Corinthians garantiu os três pontos fora de casa e respira na Sula.

E agora?

Com a vitória, o Timão vai a quatro pontos no Grupo E da Copa Sul-Americana, enquanto o Peñarol, seu principal adversário, bateu o River Plate-PAR e foi a nove pontos, mantendo a folga na liderança. Agora o Alvinegro volta a campo pela competição continental na próxima quinta-feira, contra o próprio Peñarol, no Uruguai, em outra partida decisiva para o futuro do time no torneio.

FICHA TÉCNICA
SPORT HUANCAYO-PER 0 X 3 CORINTHIANS
Local:
Estádio Nacional do Peru, Lima (PER)
Data-Hora: 6/5/2021 - 21h30
Árbitro: Jhon Ospina (COL)
Assistentes: Wilmar Navarro (COL) e David Fuentes (COL)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Raul Gustavo, Fagner e João Victor (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Luan (4'/1ºT) (0-1), Cauê (30'/1ºT) (0-2), Luan (30'/2ºT) (0-3)

SPORT HUANCAYO-PER: Pinto; Carmona, Balta, Valoyes e Benítes; Velásquez (Villar, no intervalo), Valverde (Monsalvo, aos 18'/2ºT) e Lliuya (Arroé, aos 32'/2ºT); Liliu (Quintero, aos 32'/2ºT), Barreto e Huaccha (Adrianzén, aos 18'/2ºT). Técnico: Wilmar Valencia.

CORINTHIANS: Cássio; João Victor, Jemerson (Gil, aos 26'/2ºT) e Raul Gustavo; Fagner, Gabriel (Camacho, aos 38'/2ºT), Ramiro, Luan e Lucas Piton (Fábio Santos, aos 32'/2ºT); Otero (Mateus Vital, aos 32'/2ºT) e Cauê (Jô, aos 26'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários