Durcesio Mello, presidente do Botafogo
Vítor Silva/Botafogo
Durcesio Mello, presidente do Botafogo

Em situação financeira delicada, o Botafogo comunicou na manhã desta terça-feira que irá realizar uma demissão de funcionários. O clube não informou o número de demitidos, mas informou que haverá uma reestruturação interna. Serviços e outras estruturas também sofrerão cortes .


O Glorioso informou os cortes vão acontecer devido ao passivo bilionário revelado no último balanço financeiro . O clube carioca citou a situação financeira como "caótica" e afirmou que "medidas urgentes e difíceis" em todos os setores precisam ser tomadas.

Na última quinta, a diretoria buscou um acordo com os funcionários para suspender alguns contratos e diminuir salários e carga horária de trabalho em 25%, porém, não conseguiu. A justificativa apresentada foi a tentativa de manutenção dos empregos.

No entanto, os trabalhadores do Botafogo não aceitaram a medida e argumentaram que o corte seria muito significativo, ainda mais em momento de pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários