Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Corinthians


Em mais uma atuação abaixo da crítica, o Corinthians conseguiu arrancar um empate do São Bento, em 1 a 1, nesta sexta-feira, na Neo Química Arena, pela 7ª rodada do Paulistão. A equipe de Sorocaba saiu na frente com um golaço de Gabriel, ainda no primeiro tempo, mas os donos da casa conseguiram a igualdade em cobrança de pênalti convertida por Fábio Santos, na etapa final.



Atuação sofrível do Timão e golaço de Gabriel, mas o do Bentão

De volta para sua Arena após 40 dias, o Alvinegro veio a campo para tentar impor seu jogo e até conseguiu fazer uma pressão inicial na defesa do adversário, mas não demorou muito para sentir o baque inicial. Aos sete minutos, após uma saída de bola esperta, o lateral-direito Gabriel arrancou de sua intermediária, se livrou de pelo menos seis marcadores e chutou de fora da área, no cantinho de Cássio. Um golaço para abrir o placar para o São Bento.

Depois desse gol, que foi um dos mais bonitos da história do estádio, o Corinthians tentou reagir aumentado o volume de jogo no ataque e intensificando a posse de bola. Gabriel, o volante corintiano, teve uma chance após passe de Fábio Santos, mas foi travado na batida dentro da grande área. Ele ainda teve mais uma oportunidade em passe de Mosquito, porém dessa vez foi o goleiro Luiz Daniel que impediu defendendo a finalização com os pés.

Embora com posse de bola superior, o Timão não conseguiu ameaçar o Bentão na primeira etapa, principalmente por atuações ruins como a de Rodrigo Varanda. Sem contar o setor defensivo, que sofreu cada vez que o adversário encaixava um contra-ataque. Aliás, o time de Sorocaba poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem bem maior, caso tivesse aproveitado as chances.

Corinthians volta um pouco melhor e arranca empate em cobrança de pênalti

Na volta dos vestiários, Mancini optou por fazer logo três alterações. Saíram os garotos Cauê, Varanda e Vitinho, e entraram Jô, Otero e Luan. Com as mudanças, o Corinthians passou a fazer um pouco mais de pressão no ataque e jogou mais dentro da área do São Bento, mas encontrou dificuldades na marcação e na conclusão das jogadas, com passes e decisões erradas.

Antes dos cinco minutos, Otero, de falta, e Luan, de fora da área, arriscaram para o gol, e foi o máximo que o Timão conseguiu ameaçar o clube de Sorocaba até os 20 minutos da segunda etapa, quando Léo Natel entrou.

Enquanto o São Bento seguia desperdiçando contra-ataques, sendo um deles com um chute errado de Ruan, o Corinthians tentava chegar aos trancos e barrancos. Foi quando, após cobrança de escanteio, Allan Dias colocou a mão na bola dentro da área de forma inexplicável, e o árbitro marcou pênalti para o Timão. Fábio Santos bateu e empatou o placar na Neo Química Arena.

Após a igualdade, o jogo caiu um pouco de intensidade, mas ainda assim o São Bento teve um contra-ataque aberto e novamente Ruan recebeu em condições de chutar para o gol. Dessa vez Cássio rebateu e quase deu rebote no meio da área, mas a zaga cortou. Foi a última grande chance da partida, que terminou sem grandes emoções e garantiu um ponto para cada lado na Arena.

E agora?

Com o empate, o Timão segue tranquilo na liderança do Grupo A do Paulistão com 15 pontos, enquanto o São Bento segue sem vencer na competição e fica na lanterna do Grupo B, com quatro pontos. No próximo domingo, o Alvinegro recebe o Ituano, já o Bentão terá a vista do São Caetano, na segunda-feira.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 SÃO BENTO
Local:
Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data-Hora: 16/4/2021 - 20h
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Alex Alexandrino e Robson Ferreira Oliveira
VAR: Thiago Luis Scarascati
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -
Gols: Gabriel (7'/1ºT) (0-1), Fábio Santos (31'/2ºT) (1-1)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Jemerson e Fábio Santos; Gabriel (Léo Natel, aos 20'/2ºT), Cantillo e Vitinho (Luan, no intervalo); Gustavo Mosquito (Gabriel Pereira, aos 33'/2ºT), Rodrigo Varanda (Otero, no intervalo) e Cauê (Jô, no intervalo). Técnico: Vagner Mancini.

SÃO BENTO: Luiz Daniel; Gabriel, Bruno Leonardo, Dirceu e Pablo; Serginho, Allan Dias (Júlio Rusch, aos 33'/2ºT) e Daniel Costa (Fábio bahia, aos 44'/2ºT); Matheus Santos (Ruan, aos 12'/2ºT), Diego Tavares (Leilson, aos 44'/2ºT) e ìtalo (Geovane Itinga, aos 12'/2ºT). Técnico: Edson Vieira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários