Aloy Jupiara
Reprodução Flickr / Editora Brasil
Aloy Jupiara

O clássico entre Flamengo e Vasco , que será disputado no Maracanã, nesta quinta-feira, terá uma homenagem ao jornalista Aloy Jupiara . Antes do começo da partida será respeitado um minuto de silêncio. O jornalista exercia o cargo de editor-chefe do jornal O DIA e morreu na noite da última segunda-feira, aos 56 anos, vítima de complicações da Covid-19 .

Aloy estava internado desde o dia 29 de março na UTI do Hospital São Francisco, na Tijuca, Zona Norte do Rio. O jornalista é um dos autores de dois livros “Os porões da contravenção” e “Deus tenha misericórdia dessa nação”, todos escritos em parceria com o jornalista Chico Otavio. Recentemente, ele participou do documentário sobre Castor de Andrade. Era apaixonado pela escola de samba Império Serrano.

O jornalista foi formado na Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ. De 1987 a 2000, Aloy exerceu o cargo de repórter e subeditor das editorias Rio e Política do jornal O Globo. De 2001 e 2004, foi editor do site do jornal. Desde 2020 era editor-chefe do jornal O DIA.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários