Doria
Reprodução: ACidade ON
Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou que o Campeonato Paulista será retomado, mesmo com o aumento no número de mortes e o momento mais crítico da pandemia. Nesta quinta-feira, foram registrados 1299 óbitos, a segunda pior marca.

"Ontem, no início da noite, o MP, depois de várias reuniões com a FPF e com a participação do coordenador do centro de contingência, doutor Paulo Menezes, tomou a decisão de liberar os jogos do Campeonato Paulista. Isso será anunciado hoje oficialmente a coletiva de imprensa", afirmou Doria, em entrevista à CBN.

A decisão abre a possibilidade de o Paulistão retornar a partir deste fim de semana. Também existe a chance do retorno no início da semana que vem. A FPF, por sua vez, vai divulgar um novo calendário para tentar fazer a final na data previamente marcada, 23 de maio. Os clubes devem jogar uma vez a cada 48 horas, o intervalo mínimo permitido pela legislação esportiva.

O governador também falou sobre o que o motivou a parar o campeonato. "Eu amo futebol, adoro futebol, sou torcedor do Santos Futebol Clube e tenho muita paixão pelo futebol, gosto de jogar e de assistir. Mas quem toma a decisão é o Centro de Contingência da covid-19 e, neste caso, juntamente com o Ministério Público, porque houve uma manifestação feita há duas semanas pelo MP-SP, sugerindo que o governo do estado suspendesse os jogos da Federação Paulista de Futebol", explicou.

A realização das partidas de futebol foi proibida em São Paulo no dia 15 de março, quando entrou em vigor o plano emergencial. Inicialmente, o prazo ia até 30 de março. Depois, foi estendido a 11 de abril. Até agora, foram realizadas as primeiras quatro rodadas e um jogo da quinta na primeira fase do Estadual. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários