Advogado de Maradona
Reprodução
Advogado de Maradona


O advogado Matías Morla foi à TV América, da Argentina, e criticou duas filhas de Diego Maradona , morto em 2020 após parada cardiorrespiratória. O advogado do ex-atleta falou que Dalma e Gianinna, que o acusam de ter sido negligente com a situação de saúde de Pibe, abandonaram seu pai e querem "empurrar seus problemas para ele". Este foi o primeiro pronunciamento de Morla desde o enterro de Maradona.

"Sou o vilão para uma parte dos herdeiros. Para a Justiça e para grande parte das pessoas, não. Tudo foi muito triste pela amizade e o carinho que tínhamos. Quando morreu Maradona, morreu minha metade. Fizeram uma passeata para usar a dor das pessoas, as mesmas que foram agredidas e rejeitadas no seu funeral", disse o advogado.

Você viu?

"Já estive com Maradona em estádios com 50 mil pessoas, e você se junta com 2 mil? Qual a relevância? A vida não é o Twitter. Se fosse, eu já estaria decapitado, e estou aqui, tranquilo e forte depois desta pausa para organizar as ideias", completou.

"Não viram que Maradona deserdou as filhas? Que ele não foi ao casamento de Dalma? Que estava indignado com ela porque sua neta se chama Roma, e Diego é Nápoles, o contrário de Roma? Esses problemas que tiveram agora querem empurrar para mim. Dizem que Maradona estava doente. Ele estava trabalhando, em Dubai e no México, comentou Copas", falou Morla sobre Dalma e Gianinna.

"Quando ele dava US$ 1 milhão para Dalma , não estava bêbado, quando ele favorecia as irmãs dele ou dava uma caminhonete à ex-namorada, estava bêbado. É ridículo. Eu sabia quando Maradona estava mal. Foi um abandono terrível, ele morreu sozinho, disparou Matías Morla .

​O advogado também adicionou que seu único arrependimento foi não ter conseguido juntar todos os filhos de Maradona, último desejo do ídolo. De acordo com Morla, esta tarefa seria impossível e que Dalma e Gianinna se revezavam na casa de seu pai para não encontrar com seus irmãos Jana e Diego Júnior.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários