Vasco x Macaé
Reprodução / Instagram Macaé
Vasco x Macaé

Não foi fácil. Talvez pela falta de capricho nas finalizações do Vasco , mas certamente pela boa atuação do goleiro do lanterna Macaé , Milton Raphael. O que interessa é que o Cruzmaltino, melhor em campo, confirmou a vitória por 3 a 1 que encerrou o incômodo jejum na Taça Guanabara . Com gols de Gabriel Pec, Marquinhos Gabriel, de pênalti, e Galarza, o Vasco saltou do penúltimo para o nono lugar, com cinco pontos.


A decisão de poupar os desgastados Ricardo Graça, MT, Bruno Gomes e Germán Cano, ainda em processo de recondicionamento físico, Marcelo Cabo teve a chance de promover a volta de medalhões como Léo Matos e Leandro Castan. Após a saída de Fernando Miguel, Yago Pikachu e Benítez, a criação da nova espinha dorsal segue em curso. A lentidão do processo de reformulação no quesito contratações tem 'amarrado' a arrancada do Vasco no início de temporada.

Mas vontade não tem faltado. Incomodado pelo jejum de vitórias no Carioca, o Vasco acelerou o jogo desde os primeiros minutos, com os cartões de visitas de Zeca e Marquinhos Gabriel, em jogadas de perigo. Dos pés de Andrey, o gol parecia amadurece. Na primeira tentativa, a torcida de Milton Raphael surtiu efeito e bola passou perto da trave após o desvio em Dante. Na segunda, o goleiro fez grande defesa na finalização do volante.

Você viu?

No entanto, nada pôde fazer para evitar o gol do oportunista Gabriel Pec, aos 18 minutos, após a cobrança de escanteio de Carlinhos. A pressão surtiu efeito. Mais centralizado, Talles se esforçou para suprir a ausência de Cano. Com boa mobilidade, foi opção para os armadores, mas não marcou.

E o futebol costuma punir o 'desperdício'. Na primeira finalização, o Macaé empatou com Dante, de cabeça, após cobrança de escanteio, aos 30. O Vasco não se desesperou e quase voltou à frente no placar na cabeçada de Marquinhos Gabriel e na finalização de fora da área de Carlinhos, ambas as tentativas defendidas por Milton Raphael.

O Vasco voltou determinado do vestiário. Assim como no início do jogo, impôs um forte ritmo e, com Carlinhos e Talles Magno, teve a chance de recuperar a vantagem. Faltava caprichar mais para superar Milton Raphael. Mais solto, Talles deu trabalho e ganhou mais opções com a entrada de Tiago Reis e Vinícius no lugar de Juninho e Gabriel Pec. A insistência surtiu efeito. Após quase marcar, Tiago Reis sofreu o pênalti que deu origem ao gol de Marquinhos Gabriel, aos 37 minutos. Um alívio para o técnico Marcelo Cabo após a 'chuva' de gols perdidos.

Aposta da base vascaína, o paraguaio Galarza, que entou no lugar de Marquinhos Gabriel, precisou de dois minutos em campo para vencer o goleiro Milton Raphael numa bomba de fora da área: 3 a 1, aos 44. O gol que selou o fim do jejum de vitórias no Carioca e renovou o ânimo para o confronto com o Madureira, sábado, em Los Larios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários