São Paulo fica só no empate contra o Botafogo-SP, na estreia de Crespo
Lance!
São Paulo fica só no empate contra o Botafogo-SP, na estreia de Crespo


O São Paulo empatou no Morumbi, diante do Botafogo-SP, na partida que marcou a estreia de Hernán Crespo no comando da equipe. O jogo foi válido pela primeira rodada do Paulistão de 2021 e terminou em 1 a 1. Durante os noventa minutos, o Tricolor mostrou muita qualidade na criação das jogadas e capacidade de jogar no ataque, mas pecou nas finalizações.


Tricolor começou com tudo, mas não conseguiu marcar

O São Paulo começou o jogo no ataque, criando mais e pressionando a equipe do Botafogo. Só nos primeiros 16 minutos de jogo, o Tricolor conseguiu levar perigo em três finalizações, com Reinaldo duas vezes e Igor Gomes. Com o gramado encharcado, porém, a criação de jogadas dos donos da casa foi dificultada.

O jogo foi ficando mais morno à medida que ficou mais equilibrado. O São Paulo seguiu sendo dono das ações da partida e seguiu jogando no ataque, mas com cada vez mais dificuldade de furar o bloqueio do Botafogo. Os donos da casa só voltaram a ter chances mais perigosas nos minutos finais da primeira, principalmente com Luciano que finalizou sozinho na pequena área mas chutou por cima do travessão.

Crespo começou bem montando o São Paulo

No primeiro tempo, a formação de Hernán Crespo funcionou. O time conseguiu ser o dono das ações e, embora tenha tido dificuldade em criar as chances durante parte da primeira etapa, conseguiu levar perigo nas investidas. Os alas, com mais liberdade para subirem ao ataque, foram essenciais na primeira etapa, sendo criadores e até finalizadores, como Reinaldo foi em mais de uma oportunidade.

Igor Gomes, no meio de campo, conseguiu render melhor com as aproximações de Igor Vinícius e as infiltrações de Pablo, porém os outros dois meias, Daniel Alves e Gabriel Sara, não tiveram um desempenho tão influente, sendo o primeiro o responsável por se aproximar da defesa para iniciar as jogadas.

Balde de água fria no São Paulo

Logo no início do segundo tempo, o Botafogo abriu o placar em um contra-ataque rápido. Marlon recebeu um lançamento nas costas da marcação e passou para Dudu, que chegou de carrinho, empurrando a bola para o fundo das redes. Mesmo com o São Paulo jogando no ataque e pressionando, os visitantes conseguiram aproveitar melhor a chance que criaram no contragolpe.

Tricolor seguiu jogando no ataque

Os donos da casa voltaram a pressionar a Pantera e jogar no campo de ataque, tentando criar mais e chegar em situações de finalização. Os visitantes porém, fecharam bem a defesa, dificultando as infiltrações do Tricolor. As vezes que o São Paulo conseguiu finalizar, o goleiro Igor, do Botafogo, apareceu bem para manter a liderança da equipe no placar.

As substituições de Crespo renderam

Assim, Crespo decidiu fazer alterações na equipe, colocando Tchê Tchê no lugar de Gabriel Sara. A substituição fez efeito, pois Daniel Alves passou a jogar pelo lado esquerdo do campo, colocando Igor Gomes na direita, o que rendeu ao São Paulo uma variedade de oportunidades à equipe.

O treinador também colocou em campo, posteriormente, o estreante Bruno Rodrigues e o ponta da base Galeano, nos lugares de Léo e Igor Vinícius.

Ataque x Defesa

O São Paulo continuou amassando o Botafogo, mas sem conseguir furar o bloqueio adversário. A principal alternativa da equipe, então, foi cruzar a bola na área, buscando Pablo e Luciano e, por vezes, outros jogadores que vinham de trás, como Igor Vinícius e Léo, que levaram perigo. Desses cruzamentos, a maioria foi pela esquerda, setor ocupado por Daniel Alves, que levou perigo em vários momentos com as bolas na área.

Água mole em pedra dura...

Em um desses cruzamentos, o São Paulo empatou a partida. Daniel Alves encontrou Pablo no segundo pau. O camisa 9 cabeceou para o outro lado do gol, onde Arboleda, praticamente sozinho, cabeceou para o gol, empatando o jogo.

São Paulo em busca da virada

O gol parece ter dado mais confiança para a equipe, que seguiu jogando no ataque, criando muitas chances e levando perigo em diversos momentos. O Botafogo conseguiu se segurar até os 43 minutos da segunda etapa, ao tomar um gol de Pablo. O gol, porém, foi anulado por um impedimento de Daniel Alves no início do ataque.

Não foi o suficiente

Assim, o São Paulo, mesmo dominando e jogando no ataque, não conseguiu virar o jogo e a partida terminou num 1 a 1, em uma partida de ataque contra defesa, onde o time da defesa foi eficiente na única grande chance que criou e o time do ataque criou bem, mas perdeu muitas oportunidades.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários