'São Victor' se despede do Galo depois de 9 anos defendendo o alvinegro
Valinor Conteúdo
'São Victor' se despede do Galo depois de 9 anos defendendo o alvinegro


O Atlético-MG não terá mais no elenco um dos seus maiores ídolos a partir deste domingo, 28 de fevereiro. Victor , goleiro de tantas jornadas vitoriosas pelo Galo encerrará sua passagem pelo clube mineiro. E, a equipe mineira prestará homenagem ao jogador, carinhosamente chamado de “São Victor” pela torcida, no jogo contra a URT, no Mineirão, pela rodada de abertura do Campeonato Mineiro.

O contrato do arqueiro se encerra justamente no duelo de estreia contra a equipe de Patos de Minas e não será renovado. A despedia será de muitas lembranças e emoções para os atleticanos e também para quem curte futebol e tem no goleiro um bom exemplo dentro de fora de campo.

Trajetória rica no Galo

Victor Leandro Bagy está no Atlético-MG desde 29 de junho de 2012, sendo contratado junto ao Grêmio pelo ex-presidente Alexandre Kalil, que em um dos seus tradicionais rompantes verbais, postou no Twitter uma celebração à chegada do arqueiro: “Torcida mais chata do Brasil, se o problema era goleiro não é mais. Victor é do #Galo!”, escreveu à época.

Essa frase não seria em vão, pois Victor, que completou 38 anos no dia 21 de janeiro, solidificou uma carreira vencedora e com muita identificação com o clube, entrando em campo 423 vezes, se tornando um ídolo da Massa Alvinegra e, um dos maiores goleiros da história do Atlético, com trajetória comparável somente a Kafunga e João Leite.



No currículo, quase tudo que o torcedor atleticano sonhou em ver sua equipe ganhar, teve pelo menos uma mão, ou um pé salvador de Victor. Libertadores de 2013, Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana, em 2014, Flórida Cup, em 2016, além de quatro Campeonatos Mineiros(2013, 2015, 2017 e 2018), e dois vice-campeonatos Brasileiros(2012 e 2015). A rota de sucessos no Atlético, fizeram o goleiro ganhar a alcunha de São Victor, com direito a dia e tudo mais, comemorado no dia 30 de maio.

Confira seis fatos que fizeram de Victor o “Santo do Galo

-Defesa com o pé esquerdo nas quartas de final da Libertadores, contra o Tijuana, no dia 30 de maio de 2013;

-A data é celebrada pela torcida do Galo como o dia de “São Victor”, com reverência ao arqueiro;

-Pênalti defendido na disputa com o Olímpia, na decisão da Libertadores de 2013;

-Classificou o Atlético para a final da Libertadores de 2013, ao defender um pènalti na semifinal contra o Newell's Old Boys;

-Com três defesas de pênaltis no duelo com o Unión La Calera, fato inédito na carreira, classifica o Galo para às oitavas de final da Sul-Americana;

-É o terceiro goleiro que mais jogou pelo Galo, com 423 jogos, sendo o nono mais atuante na história do clube;

Conquistas pelo alvinegro de Minas

-Campeonato Mineiro: 2013, 2015, 2017, 2020
-Copa Libertadores: 2013
-Recopa Sul-Americana: 2014
-Copa do Brasil: 2014
-Florida Cup: 2016

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários