Luxa
Felippe Rocha
Luxa

O experiente Vanderlei Luxemburgo não será o técnico do Vasco da Gama no restante da temporada. Sua despdida será contra o Goiás, jogo marcado para quinta, às 21h30, em São Januário. A informação foi dada pelo jornalista do Extra, Gilmar Ferreira, e confirmada pelo IG Esportes.

Para a última partida do Gigante da Colina no Brasileirão existia a expectativa que o auxiliar Maurício Cupertino, que deu o treino de hoje, assumisse o cargo, porém, ficou definido que Luxemburgo cumprirá os 12 jogos que havia acertado anteriormente com a diretoria.

Um vídeo será publicado pela Vasco TV onde o treinador faz um agradecimento à torcida.

Luxemburgo assumiu o Vasco na 28ª rodada do Campeonato Brasileiro com a missão e evitar a queda. Porém, desde que chegou, a equipe tem o terceiro pior aproveitamento de pontos (30%). Além disso, o ataque vem sendo o grande problema, com a segunda pior média de gols por jogo (0,73) no período. Demitido do Palmeiras no ano passado, o treinador somou duas vitórias em 11 jogos. 

Você viu?

Para o time carioca não cair, o Vasco precisa vencer o Goiás e o Fortaleza perder para o Fluminense na última rodada. Além disso, o cruzmaltino precisaria tirar um saldo de 12 gols de diferença em relação ao time cearense para permanecer na Série A. 

Antes da confirmação da demissão, Luxemburgo foi direto com o torcedor vascaino. "Eu não posso enganar o torcedor: se falar em ganhar do Goiás e fazer 12 gols, estou enganando. Não tem como mentir. O Vasco tem que fazer 12 gols. Não vamos jogar contra uma equipe de várzea (na última rodada). Temos que ser realistas e não passar mentira", disse o técnico.

Sobre treinar o Vasco na série B, Luxemburgo foi direto. "Não tenho nenhum problema de trabalhar na Série B. A minha proposta era deixar o Vasco não cair, não conseguimos. Caímos não hoje, mas em um processo crescente de muito tempo. Acabou que não teve como recuperar", comentou o técnico, que não vai realizar esse desejo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários