Gerson
Divulgação
Gerson

O meia do Flamengo , Gérson , não compareceu nesta quarta-feira pela manhã na sede do STJD, no centro do Rio de Janeiro, para depor sobre o inquérito de injúria racial em que o jogador teria sido vítima do meia Juan Ramírez , do Bahia.

O Flamengo informou que os atletas não compareceram porque estão concentrados para a partida de quinta, contra o Vasco , pelo Brasileirão. Com isso, o tribunal vai encerrar o inquérito sem ouvir os jogadores do clube carioca. As informações são do portal "globoesporte.com."

O clube carioca pediu noite da última terça-feira o adiamento dos depoimentos de Gerson, Bruno Henrique e Natan, os dois últimos convocados como testemunhas. De acordo com o portal, o relator do caso Maurício Neves Fonseca negou o pedido. Essa é a segunda vez que o Flamengo tentou remarcar a data. Na primeira tentativa, o STJD sugeriu que a audiência fosse online, mas o Rubro-Negro preferiu mantê-la como presencial. O prazo para conclusão do inquérito termina no dia 11 de fevereiro.

A investigação foi aberta no dia 14 de janeiro a pedido da Procuradoria do STJD. De acordo com o site, nos bastidores, os auditores estranharam a ausência dos jogadores pelo fato de a denúncia ter partido do próprio Flamengo. O clube pôde escolher as datas dos depoimentos e concordou em marcá-los para esta quarta, dia 3.

O meia Ramírez, do Bahia, e Mano Menezes, ex-treinador do clube carioca vão depor numa audiência online na tarde desta quarta, horas antes da partida contra o Fluminense. Flamengo e Bahia se enfrentaram no dia 20 de dezembro. Gérson acusou o jogador colombiano de tê-lo ofendido racialmente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários