Lance

Felipão no Cruzeiro
Bruno Haddad / Cruzeiro
Felipão vira incerteza no Cruzeiro e ele pode deixar o clube antes do fim do seu contrato, que vence em 2022


Desde a entrevista pós-jogo do duelo contra o Sampaio Corrêa, o semblante e o humor do técnico Luiz Felipe Scolari não andam em paz dentro do Cruzeiro . Ele declarou, inclusive, que precisa de mais segurança interna para trabalhar no clube.

Felipão  se referia aos atrasos de salários do elenco, algo que ele não queria quando assumiu o time e teve a promessa da diretoria que os vencimentos iriam seguir em dia.

Irritado, Scolari não tem permanência garantida para a temporada 2021, mesmo tenco contrato assinado até 2022. Não há multa rescisória prevista no acordo, o que facilitaria uma saída do técnico no fim da Série B .

O Cruzeiro deve aos atletas duas folhas e meia de salários em atraso, mais o 13º salário.Os débitos também se estendem aos funcionários, que tem recebido seus vencimentos fora das datas obrigatórias e nem sempre de forma integral.

- (Eu)tenho que encontrar com o (André)Mazzuco, sentar e definir algumas situações, principalmente que estou vivendo no Cruzeiro. Que o Cruzeiro vive atualmente, situações que ele como diretor de futebol, então, terá que dar uma segurança muito maior e uma série de perguntas que a gente vai fazer a ele- disse Felipão após o jogo com o Sampaio Corrêa. A reunião com o diretor de futebol já aconteceu e o futuro do treinador no clube segue indefinido.

Com chances remotas de acesso, o Cruzeiro trabalha com o planejamento para este ano, seguindo na Série B. E, mesmo com a incógnita da sua continuidade, Felipão falou sobre o que espera de reforços para o elenco celeste.

-Vamos colocar uma série de nomes para contratações, três, quatro cinco nomes para contratações para o ano que vem, como vamos fazer uma pré-temporada.. E ouvir dele o que ele tem para dizer. Depois, vamos aos poucos, adaptando, conversando, até o fim do campeonato para ver o que vai acontecer-disse Scolari, que disse que a Raposa está entre 95% a 98% fora do risco de queda para a Série C.

- Acredito que livre totalmente não, porque ainda temos cinco rodadas, mas, possivelmente, com os três pontos, a gente tenha ficado aí 95%, 98% tranquilo pra seguirmos na Série B. A preparação pra temporada vamos fazer à medida que tivermos a tranquilidade necessária pra jogarmos os jogos seguintes. A montagem da equipe temos que fazer diferentemente do que fizemos nos últimos dois jogos, pela situação do Pottker e do Giovanni. Temos bons jogadores, jogadores que poderão suprir as necessidades. Vamos jogar com o Oeste pra ver se a gente consegue uma sequência de vitórias que nos dê mais tranquilidade, para analisarmos totalmente nosso grupo e vermos o que podemos fazer para próxima temporada- concluiu.

O Cruzeiro volta a campo nesta quarta-feira, 13 de janeiro, para encarar o Oeste, às 21h30, no Independência, pela 34ª rodada da Série B.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários