Lance

Santos
IVAN STORTI
Santos


O Santos venceu o São Paulo por 1 a 0, no Morumbi, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jobson marcou o gol do triunfo santista, logo no começo da segunda etapa.

Mesmo com o resultado, o Tricolor permanece na liderança, com 56 pontos, seis a mais que o vice-líder Internacional, que tem 50. Já o Santos permanece na oitava posição, com 42 pontos conquistados ao longo da competição.

O São Paulo volta a campo pela 30ª rodada do Brasileirão, quando enfrentará o Athletico, no próximo domingo (17), às 16h, em Curitiba. Já o Santos volta suas atenções para a Libertadores, onde enfrenta o Boca Juniors, pelo jogo de volta das semifinais, às 19h15, na próxima quarta-feira (13), na Vila Belmiro.

COM MUITA CHUVA, SÃO PAULO TENTA FURAR DEFESA SANTISTA 

O jogo começou morno no Morumbi. O São Paulo apostava na troca de passes para furar a defesa do Santos, que veio com a equipe reserva devido ao jogo decisivo na Libertadores. A primeira finalização do jogo aconteceu aos nove minutos. Léo arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora.

Com muitas faltas de ambas as equipes e muitos erros de passe, o jogo ficou truncado no meio-campo, sem muitas chances de gol. O Santos abusava dos lançamentos e não levava perigo. A bola parada foi alternativa para as equipes. Aos 18 minutos, Dani Alves bateu falta, mas ela foi longe do gol santista.

SANTOS COLOCA BOLA NA TRAVE E SÃO PAULO RESPONDE
O Peixe apostava nos contra-ataques e quase chegou ao gol em um deles. Com 23 minutos, Arthur Gomes recebeu belo lançamento de Lucas Braga, arrancou em velocidade e bateu cruzado na entrada da área. A bola bateu na trave de Volpi. Na sequência, o goleiro são-paulino afastou o perigo.

Com muita chuva no Morumbi, o São Paulo respondeu aos 31 minutos. Daniel Alves deu belo passe de trivela para Sara, que cruzou para Brenner. O atacante ajeitou e o camisa dez chegou batendo forte, rasteiro. A bola passou tirando tinta da trave de João Paulo.

JUANFRAN E SARA QUASE MARCAM ​NO MORUMBI
Conforme a primeira etapa foi passando, o São Paulo conseguia trocar mais passes, muito devido ao cansaço da defesa do Santos. Aos 36, Dani Alves recebeu na intermediária, e tentou o lançamento para Juanfran, que desviou o de carrinho, mas João Paulo encaixou.

Antes do fim da primeira etapa, Reinaldo cruzou, Gabriel Sara dominou e chutou, mas sem perigo. O Santos, recuado na defesa, só assustou a meta de Volpi na bola na trave de Arthur Gomes, mas defendeu bem os ataques são-paulinos. Os dois times foram para o intervalo na igualdade.

SANTOS ABRE O PLACAR NO COMEÇO DA SEGUNDA ETAPA
​Com o jogo empatado, as duas equipes voltaram do intervalo sem alterações. Menos de um minuto, o Santos abriu o placar. Arthur Gomes recebeu na intermediária, invadiu a área e deu bom passe para Jobson. Ele se enrolou com a zaga e, de biquinho, chutou para o fundo das redes de Volpi.

Aos sete minutos, Juanfran recebeu na direita, e cruzou na cabeça de Brenner, que, sozinho, cabeceou para fora. Com dez minutos, Pablo cruzou rasteiro na linha de fundo e Brenner pegou de primeira, mas fraco, ficando fácil para o goleiro santista João Paulo.

SÃO PAULO PRESSIONA E QUASE EMPATA ​COM GABRIEL SARA
Perdendo a partida, o São Paulo passou a pressionar mais o Santos, que mesmo com a vantagem, continuou com a estratégia defensiva. Aos 11 minutos, Léo bateu de fora da área, a bola explodiu na defesa e sobrou para Gabriel Sara, que bateu de primeira, tirando tinta da trave do gol santista.

Em desvantagem, o Tricolor continuou na pressão. Com 16 minutos, Arboleda lançou Juanfran que cruzou rasteiro para Reinaldo. O lateral-esquerdo, livre de marcação dentro da área, bateu de primeira mas isolou e desperdiçou boa chance para empatar.

Enquanto isso, no Santos, o técnico Cuca colocou Kaio Jorge e Diego Pituca nas vagas de Bruno Marques e Vinicius Balieiro, dando mais ritmo aos titulares santistas. O Peixe administrava o empate, com muita vontade na marcação.

SÃO PAULO VAI PARA O ATAQUE E JOÃO PAULO SALVA O SANTOS DUAS VEZES
Perdendo a partida, o técnico Fernando Diniz colocou dois centroavantes: Tréllez e Gonzalo Carneiro, apostando principalmente na bola aérea. Aos 29 minutos, o uruguaio recebeu a bola na área, mas errou o domínio.

O Santos assustou em contra-atraque um minuto depois. Kaio Jorge arrancou e lançou para Madson na corrida, mas Volpi saiu do gol e chutou a bola para fora antes da chegada do atacante santista. Aos 33 minutos, Reinaldo bateu escanteio e Arboleda pegou sobra na entrada da pequena área. O equatoriano cabeceou, mas João Paulo fez uma boa defesa evitando o empate do Tricolor.

João Paulo apareceu mais uma vez aos 39 minutos. Juanfran recebeu na direita, cruzou na área e Brenner mandou uma bomba de cabeça para o goleiro santista fazer um milagre e espalmar.

SANTOS QUASE AMPLIA NO FINAL
Aos 50 minutos, Lucas Braga recebeu de Kaio Jorge na área, bateu rasteiro, mas Volpi espalmou para escanteio. Fim de jogo no Morumbi e vitória do Peixe no clássico San-São

SÃO PAULO 0 X 1 SANTOS
Local:
Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 10 de janeiro de 2021 (domingo), às 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Alex dos Santos (SC)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Gols: 0-1 Jobson (01'2ºT)
Cartões amarelos: Pablo (São Paulo), Alex, Vinicius Balieiro, João Paulo, Alison (Santos)
Cartões vermelhos:

SÃO PAULO: Volpi, Juanfran, Léo (Vitor Bueno, aos 12'2ºT), Arboleda e Reinaldo; Luan (Paulinho Bóia, aos 36'2ºT), Daniel Alves, Gabriel Sara (Hernanes, aos 36'2ºT) e Igor Gomes (Trelléz, aos 26'2T); Brenner e Pablo (Carneiro, aos 26'2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

SANTOS: João Paulo, Madson, Laercio, Alex, e Jean Mota (Luan Peres, aos 25'2ºT); Vinicius Balieiro (Diego Pituca, aos 12'2ºT), Sandry e Jobson (Alison, aos 20'2ºT); Arthur Gomes (Pará, aos 25'2ºT), Lucas Braga e Bruno Marques (Kaio Jorge, aos 12'2ºT). Técnico: Cuca

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários