Lance

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo
Reprodução
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo


Se dentro de campo as coisas começam a se acalmar, após goleada no Santos , fora dele o clima ainda pega fogo. Com a maioria dos votos, o Conselho de Administração do Flamengo aprovou na noite desta terça-feira o orçamento para 2021.

Em reunião híbrida realizada na Gávea, a previsão é de uma receita bruta de R$ 953 milhões em 2021, valor superior ao de 2020, que estimava inicialmente R$ 726 milhões.

Você viu?

Na proposta, há a previsão de R$ 168 milhões em vendas de jogadores e uma contratação de um jogador por R$ 30 milhões. No entanto, o valor equivale às duas primeiras parcelas a serem pagas à Fiorentina em caso de confirmação da opção de compra do atacante Pedro.

O orçamento para 2021 foi fechado antes da partida contra o Racing, com isso, prevê o valor de R$ 98 milhões relativos a 2020. Porém, cerca de R$ 18 milhões já foram perdidos por conta da eliminação na Libertadores. Assim como neste ano, o clube prevê uma classificação à semifinal do torneio em 2021.

GRUPO POLÍTICO FAZ CRÍTICAS À APROVAÇÃO

Após a reunião, o grupo político 'SóFLA" manifestou-se nas redes sociais criticando a aprovação. Em uma das postagens, o grupo afirma estar "preocupado com as premissas excessivamente otimistas adotadas na proposta de orçamento".

- O SóFLA sempre defendeu a gestão profissional e responsável dos recursos do FLAMENGO e, por essa razão, nos causam bastante preocupação as premissas excessivamente otimistas adotadas na proposta de orçamento levada à deliberação no Conselho de Administração na noite de hoje.

Embora o grupo reconheça a boa saúde financeira do Clube, entendemos que o orçamento deveria ter sido elaborado com base em premissas mais realistas, considerando o atual contexto econômico e sanitário do país. O grupo segue vigilante para que não haja retrocesso quanto à gestão responsável e profissional do Clube - disse, em comunicado, o 'SÓFla', grupo político do Flamengo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários