Lance

Globo rescindiu contrato da Libertadores
Divulgação
Globo rescindiu contrato da Libertadores


A Conmebol entrou com um processo contra a Globo cobrando US$ 120 milhões (em torno de R$ 653 milhões) de indenização pela rescisão de contrato de transmissão da Libertadores. O valor da cobrança é referente ao restante do pagamento dos quatro anos de contrato. O caso será levado à uma corte suíça. As informações foram divulgadas por Rodrigo Mattos, em seu blog no site "UOL".

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, disse em reunião virtual com os clubes que participam das oitavas de final da competição que já tinha iniciado ações legais contra a Globo e a DAZN (plataforma streaming) pelos prejuízos no rompimento de acordos.

- Pusemos à disposição das associações membros e os clubes cerca de US$ 95 milhões, em contexto de antecipação de prêmios de participação, ajuda para provas de laboratório e logística aérea para as viagens das equipes participantes. Isso foi feito apesar do forte golpe que significou a rescisão unilateral de contratos de transmissão de nossas partidas no território brasileiro por parte do grupo Globo e da empresa DAZN - disse Alejandro na reunião, como relatado no site da confederação.

A Globo tinha os direitos de transmissão da Copa Libertadores em TV aberta e fechada, divididos com a Fox Sports. O contrato era válido de 2019 a 2022, com o valor de US$ 60 milhões por ano. Com a saída da Globo, a Conmebol optou por fechar acordo com o SBT.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários