Lance

sasha comera gol do atletico-mg
Divulgação / Atlético-MG
Sasha marcou um dos gols do Atlético-MG contra o Ceará

Foi com muita luta, mas o Atlético-MG conseguiu se manter na liderança do Campeonato Brasileiro, ao empatar por 2 a 2 com o Ceará, gols de Sasha e Keno, para o Galo, com Lima e Felipe Vizeu anotando os tentos do Vozão.

O resultado levou os mineiros aos 39 pontos, mesma pontuação do Flamengo, mas supera os cariocas nos critérios de desempate e conclui a 22ª rodada na ponta da competição.

Com muitos desfalques devido do surto de Covid-19 no clube, o Galo iniciou bem o jogo, teve um primeiro tempo seguro, mas teve muitas falhas defensivas na etapa final, levando dois gols em oito minutos.

Todavia, o time teve atleticano maturidade e força mental para buscar a o empate, que lhe permitiu ficar na liderança do Brasileirão. Já o Vozão, segue sua saga para se distanciar do Z4 e continua na 14ª posição, agora com 25 pontos.

Gol de Sasha, angústia do atleticano

O Galo estava fazendo bom jogo na etapa inicial quando, aos 29 minutos, conseguiu o seu gol com Eduardo Sasha, de “puxeta” após lance de Keno. Porém, o VAR foi conferir a jogada e o suspense pairou no ar, com a possibilidade de um impedimento do atacante do Galo. Mas, para a felicidade alvinegra, o gol foi confirmado.

Apesar do time desentrosado, um primeiro tempo bom do Galo

Com muitos desfalques, por conta da Covid-19, o Atlético-MG conseguiu montar uma equipe que se manteve equilibrada no Castelão, apesar de nunca terem jogado juntos.

C eará reage rápido e Galo resolve chutar mais a gol

Logo no início da etapa final, o Vozão teve um bom lance com Léo Chu, deixando Lima na cara de Rafael empatando o duelo. O time mineiro então resolveu arriscar mais de fora da área, pressionando o time cearense.

Vacilo da defesa, Felipe Vizeu vira o jogo para o Vozão

Em boa jogada de Samuel Xavier, a defesa atleticana “cochilou” e como bom camisa 9, “empurrador” de bolas para as redes, Felipe Vizeu vira o placar em Fortaleza.

Defesa lenta, leva dois gols em oito minutos e sofre com velocidade do Ceará

A zaga formada por Igor Rabello e Junior Alonso não pode ser única responsável pela fragilidade defensiva do Galo contra o Vozão. Havia muitos espaços no meio de campo, com um trio pouco combativo(Calebe, Zaracho e Dylan Borrero) no meio de campo.

O resultado: o Ceará encontrou espaços que não teve no primeiro tempo e marcou dois gols em apenas oito minutos. O sofrimento defensivo se prolongou até o fim do jogo, para a insatisfação do torcedor atleticano.

Zaracho ainda está devendo

A expectativa em cima do meia, que veio do Racing, era de ser uma solução para a criação no meio de campo na ausência de Nathan. Porém, não consegue dar um toque diferenciado que justifique o alto investimento.

Expulsão controversa

Em lance de Dylan Borrero com Léo Chu, arbitragem entendeu que o jogador do Galo acertou de forma violenta o atleta do Vozão. O time mineiro fica mais frágil ainda no meio de campo.

Reação com um homem a menos-Gol de Keno

Em um belo lançamento para Marrony, Fernando Prass derruba o atacante mineiro. Pênalti marcado. Keno, com precisão marca e mesmo com um jogador a menos, consegue empatar o jogo. E, em seguida, quase vira. O time ficou mais concentrado depois da expulsão de Borrero.

Valeu pelo ponto, pela superação e pela liderança

O Atlético-MG não teve uma grande jornada, mas soube conquistar o empate na raça, na força, fugindo um pouco das suas características de sempre propor o jogo. Pelas circunstâncias da semana, ficar na ponta do campeonato vale muito, tanto na tabela, quanto na parte emocional do time.

Próximos jogos

O Galo recebe o Botafogo no Mineirão, na quarta-feira, 25 de novembro, às 21h30. O Vozão vai ter uma semana de folga e voltar a campo somente na segunda-feira, 30, às 20h, contra o Vasco.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 2 X 2 ATLÉTICO-MG
Data-Horário: 22 de novembro, às 16h
Estádio-Local: Castelão- Fortaleza - (CE)
Árbitro:Raphael Claus(SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis(SP) e Alex Ang Ribeiro(SP)
VAR:Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Cartões amarelos: Thiago(CEA), Bruno Pacheco(CEA), Samuel Xavier(CEA), Guilherme Arana(ATL), Eduardo Brock(CEA)
Cartões vermelhos: Dylan Borrero(ATL)

Gols: Eduardo Sasha, aos 29’-1ºT(0-1), Lima, aos 2’-2ºT(1-1), Felipe Vizeu, aos 10’-2ºT(2-1), Keno, aos 28’-2ºT(2-2)


Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago(Klaus, aos 38’-2ºT), Eduardo Brock, Bruno Pacheco; Fabinho, Charles(Léo Chu-intervalo), Vina; Fernando Sobral, Lima(Leandro Carvalho, aos 38’-2ºT) e Felipe Vizeu(Cléber, aos 12’-2ºT) Técnico: Guto Ferreira


Atlético-MG: Rafael; Talison(Bueno, aos 18’-2ºT), Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Borrero, Zaracho(Marrony, aos 13’-2ºT) e Calebe(Nathan, aos 18’-2ºT), Savarino(Marquinhos, aos 38’-2ºT), Keno e Sasha(Hyoran, aos 39’-2ºT).. Técnico: Leandro Zago

    Veja Também

      Mostrar mais