Pele
Twitter
Pele


No Dia da Consciência Negra , o Rei do Futebol, Pelé , se manifestou nas redes sociais. O ex-jogador celebrou as conquistas dos negros, mas ressaltou a importância do combate ao racismo.

- Hoje é o Dia Nacional da Consciência Negra. Celebraremos o que conquistamos. Mas nunca esqueceremos de cada passo dado e que ainda há uma longa jornada pela frente - publicou Pelé em todas suas contas nas redes sociais.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro publicou uma foto no qual é homenageado por Pelé com uma camisa histórica do Santos autografada.

Na imagem divulgada pelo presidente é possível visualizar uma mensagem escrita pelo Rei do Futebol. “Ao Pres. Bolsonaro, com abraço, Edson Pelé”. O presidente agradeceu ao ex-jogador e desejou “bom dia” a seus seguidores.

No Dia de Zumbi e Dandara e da Consciência Negra, Bolsonaro, pelo menos até o fechamento dessa reportagem, ignorou o assassinato de um negro em Porto Alegre, que foi espancado até a morte por seguranças do Carrefour , e também não se manifestou sobre a data especial ao povo afrodescendente. 

Vale lembrar que, em abril de 2017, numa declaração em uma reunião com a comunidade judaica no Rio de Janeiro, Bolsonaro criou polêmica ao dizer: “Fui num quilombola em Eldorado Paulista. Olha, o afrodescendente mais leve lá pesava 7 arrobas. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriador ele serve mais", afirmou.

O presidente chegou a ser condenado pela 26ª Vara Federal do Rio a pagar uma multa de R$ 50 mil reais nesse caso. Mas os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) reverteram a decisão. Após ter um primeiro recurso negado, o Ministério Público Federal desistiu de recorrer. O TRF-2 certificou o trânsito em julgado no dia 15 de maio. Com isso, Bolsonaro ficou definitivamente livre do caso.

Em março de 2011, quando ainda era deputado federal, ao participar de um quadro de um programa de TV, Bolsonaro disse que seus filhos não correm o risco de namorar uma mulher negra ou virarem gays, porque "foram muito bem educados".

"Não vou discutir promiscuidade com quer que seja. Eu não corro esse risco. Os meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como lamentavelmente é o teu",  disse Bolsonaro, em resposta à cantora Preta Gil, que perguntou ao deputado o que ele faria se filho dele se apaixonasse por uma negra.

    Veja Também

      Mostrar mais