Andrés Sanchez
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Andrés Sanchez

A guerra aberta entre Globo e SBT pelas transmissões no futebol já tem um vencedor: o Corinthians.

Sem a Libertadores para preencher a grade, a Globo tem antecipado os jogos do alvinegro do fim para o meio de semana, impedindo que o SBT, que comprou a competição continental, apresente bons números de audiência. Até agora, a estratégia deu certo, já que a emissora carioca tem conseguido manter a ponta com tranquilidade, mantendo uma audiência acima dos 20 pontos de Ibope na Grande São Paulo.

Principal arma da emissora carioca, o alvinegro vem se dando bem com essa disputa, pois já conseguiu faturar, faltando 14 rodadas para o final da temporada, o que tinha arrecadado com transmissões em TV aberta no ano passado inteiro, segundo informações do Uol. 

Para se ter uma ideia, com a confirmação das transmissões das partidas contra o Coritiba e Fortaleza, usados pela Globo para concorrer com a "A Fazenda 12", o Corinthians chegará a 11 jogos exibidos em sinal aberto no Brasileirão deste ano. No ano passado, em todas as 38 rodadas de 2019, o clube teve o mesmo número de transmissões.

Como a emissora carioca paga cerca de R$ 954 mil por partida exibida aos clubes no final do campeonato, com esses 11 jogos exibidos, o Corinthians tem garantido R$ 10,5 milhões.

Outra boa notícia para o time paulista é que mesmo com tantos jogos exibidos em TV aberta não há prejuízo aos ganhos do Corinthians com o pay-per-view .

Isso porque, mesmo que o Premiere perca assinantes corintianos diante da grande demanda de jogos em TV Aberta, por contrato, o Timão recebe da emissora um valor anual garantido de R$ 120 milhões fixo.

Atualmente, o alvinegro é o segundo clube com mais torcedores assinando o serviço e perde apenas para o Flamengo.

    Veja Também

      Mostrar mais