Lance

Corinthians
Rodrigo Coca
Corinthians


Após ser derrotado no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil , o Corinthians volta a campo neste sábado, às 19h, já com um desafio complicado pela 19ª rodada do Brasileirão. Isso porque o time de Vagner Mancini enfrenta o Internacional , líder do campeonato, e adversário que o Alvinegro não vence desde 2016, porém para o qual nunca perdeu na Neo Química Arena .

Na véspera da última rodada do primeiro turno, a diferença entre o Colorado e o Timão é de 14 pontos tabela. Só com isso já é possível entender o tamanho da parada que os donos da casa irão enfrentar neste final de semana. Apesar de neste momento as equipes brigarem por objetivos bastante distintos na competição. Os gaúchos buscam o título e os paulistas querem fugir da degola.

Como se não bastasse enfrentar o líder do Brasileirão, o Corinthians, que passa por mais um momento de má fase nesta temporada, terá de quebrar um pequeno tabu de quase quatro anos sem vitória sobre o Internacional. O último triunfo aconteceu em 21 de novembro de 2016, por 1 a 0, na Neo Química Arena, com gol de Marlone. Naquela época, na antepenúltima rodada do campeonato brasileiro, o Inter era quem brigava para fugir do rebaixamento.

O Colorado não conseguiu evitar a queda para a Série B, mas a partir dali não perdeu mais para o Timão. Desde então foram seis jogos, com cinco empates e uma derrota. Em 2017, não houve confronto pelo Brasileirão, mas os clubes se enfrentaram na 4ª Fase da Copa do Brasil e empataram em 1 a 1 tanto no jogos de ida quando no jogo de volta. Os gaúchos, porém, levaram a melhor na decisão por pênaltis e eliminaram o Alvinegro na Neo Química Arena.

Apesar de não ter levado a melhor em cima do Inter nessas últimas seis partidas, o Corinthians teve apenas uma derrota nesse período, que aconteceu em maio de 2018, por 2 a 1, pelo Brasileirão, fora de casa, e tem um trunfo importante contra o Colorado: a invencibilidade na Neo Química Arena. Os gaúchos nunca venceram os corintianos no estádio em Itaquera.

De 2014 para cá são seis jogos na Arena com três vitórias do Timão e três empates. Se pegarmos o retrospecto geral como mandante nesse confronto, o Alvinegro não perde para o Internacional desde 2009, quando Nilmar marcou o gol da vitória dos gaúchos no Pacaembu, ou seja, o Corinthians mantém uma invencibilidade de mais de 11 anos como dono da casa diante do Colorado.

No entanto, para poder manter esse trunfo, o Timão precisará quebrar um pequeno jejum de quatro partidas seguidas sem vencer na Neo Química Arena. A última vitória corintiana em seu estádio foi contra o Bahia, por 3 a 2, em 16 de setembro, o que significa a pior sequência em Itaquera desde a inauguração, igualando uma série igual de 2015, com Tite no comando técnico.

Com todos esses elementos, Corinthians e Internacional entram em campo na Arena neste sábado, às 19h, pela 19ª rodada do Brasileirão-2020. Atualmente, o Alvinegro ocupa a 13ª posição na tabela com 21 pontos, três à frente da zona de rebaixamento. Já o Colorado é o líder da competição com 35 pontos.

Veja todas as informações sobre a partida:

CORINTHIANS X INTERNACIONAL

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 31/10/2020, às 19h
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)
Onde acompanhar: Premiere e em tempo real no LANCE!

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos (Lucas Piton); Xavier, Ramiro e Éderson (Cantillo); Otero, Cazares e Everaldo (Mateus Vital). Técnico: Vagner Mancini.

Desfalques: Jô (contratura na panturrilha) e Gustavo Mantuan (lesão ligamentar no joelho).
Pendurados: Cantillo, Xavier, Camacho, Mateus Vital, Walter, Cássio e Roni

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Marcos Guilherme, Edenílson e Patrick; Thiago Galhardo e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.

Desfalque: Rodrigo Moledo (desconforto na coxa) e Boschilia (lesão ligamentar no joelho)
Pendurados: Marcelo Lomba, Rodrigo Lindoso, Heitor, Nonato e Matheus Jussa

    Veja Também

      Mostrar mais