Lance

Luiz Adriano marcou um dos gols da vitória do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras
Luiz Adriano marcou um dos gols da vitória do Palmeiras

O Palmeiras bateu o Bragantino por 3 a 1 na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil , no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista e encaminhou a vaga para as quartas de final da competição. Com gols de Raphael Veiga, Wesley e Luiz Adriano, o Verdão saiu em vantagem no confronto. Hurtado descontou para o Massa Bruta. O Palmeiras agora decide em casa, na próxima quinta-feira (5), a vaga nas quartas de final da competição.

Palmeiras pressiona e abre o placar logo no começo
A partida começou com o Palmeiras tentando pressionar a defesa do Bragantino, estratégia que deu certo ao longo do jogo. Zé Rafael e Rony criaram duas chances de gol nos primeiros cinco minutos. Com domínio, parecia que o gol palmeirense não ia demorar.

E ele veio logo aos quatro minutos. Zé Rafael passou pela marcação, invadiu a grande área e cruzou para trás. Raphael Veiga chegou batendo e ainda contou com o desvio na zaga para abrir o placar em Bragança Paulista. O Bragantino assustou em uma cabeçada de Ytalo, que acabou indo para fora, aos nove minutos.

Verdão não tira o pé e amplia o marcador
O gol não relaxou os comandados de Andrey Lopes, que continuaram pressionando a defesa da equipe do interior paulista. Aos 17, Felipe Melo acertou um lindo lançamento para Wesley, que invadiu a área, ganhou de Ligger e bateu forte, estufando a rede de Cleiton.

Só dava Palmeiras no jogo. Com tanto domínio, o Verdão acabou fazendo o terceiro com 27 minutos de jogo. Veiga lançou para Rony,que cruzou rasteiro. Léo Ortiz cortou mal e a bola sobrou no pé do centroavante Luiz Adriano, que mostrou oportunismo para ampliar ainda mais o placar. Weverton ainda fez uma grande defesa em cabeçada de Ryller, antes de terminar a primeira etapa.

Bragantino volta tentando pressionar
Em desvantagem no placar, o Bragantino tentou voltar do intervalo pressionando. Aos dois minutos, Bruno Tubarão bateu de fora da área e Weverton fez a defesa. Ytalo e Lucas Evangelista também tentaram nos quinze minutos iniciais da segunda etapa, mas sem sucesso.

Sob forte chuva, a pressão do Massa Bruta continuou. Aos 26 minutos, Evangelista subiu sozinho, mas cabeceou na mão de Weverton. A grande chance do Bragantino veio dois minutos depois, quando Luis Phelipe bateu colocado de fora da área, assustando o goleiro do Palmeiras. Aos 30, Hurtado teve a chance de descontar, mas foi travado na hora por Lucas Lima.

Palmeiras recua e Bragantino diminui o placar
Após tanta pressão, era natural o gol do Massa Bruta. Aos 37 minutos, Morato recebeu na entrada da área e deixou Hurtado livre, que dominou e bateu firme no canto do goleiro Weverton. Aos 40, Luan saiu jogando errado mas Luis Phelipe não conseguiu aproveitar o vacilo da zaga palmeirense.

O Bragantino ainda teve uma última chance aos 48, quando Morato recebeu a bola na grande área, girou e bateu firme, mas Gustavo Gómez travou na hora certa. Fim de jogo em Bragança e o Palmeiras mais perto das quarta de final na Copa do Brasil.

    Veja Também

      Mostrar mais