Lance

São Paulo
CONMEBOL/DIVULGAÇÃO
São Paulo

O São Paulo se despediu da Copa Libertadores 2020 em grande estilo. Na noite desta terça, o Tricolor bateu o Binacional, do Peru, por 5 a 1, com gols de Vitor Bueno, Brenner, Pablo (duas vezes) e Arboleda. A equipe do Morumbi ficou na terceira colocação do Grupo D, com sete pontos ganhos, e ficou com a vaga para a segunda fase da Copa Sul-Americana.

O confronto diante os peruanos demonstrou grande distanciamento técnico entre as equipes. Durante a partida, o São Paulo chegou a ter mais de 80% da posse da bola, na partida que ficou marcada pelo embate entre o ataque do clube do Morumbi e a defesa do Binacional. O gol dos peruanos, inclusive, nasceu de uma jogada isolada.

Primeiro tempo

Não demorou para o São Paulo sair na frente da partida. Logo aos seis minutos do confronto, o meia Vitor Bueno recebeu bola no meio, avançou sem ser incomodado e decidiu arriscar de longe. O são-paulino acertou o ângulo do goleiro Raúl Fernández, que não conseguiu fazer a defesa.

Com a vantagem, o Tricolor passou a dominar ainda mais a partida e abusou dos passes de lado. A impressão era de que a equipe não buscava muita coisa na partida, mas apesar da postura pouco combativa encontrou o segundo gol. Bem posicionado, o garoto Brenner, de apenas 20 anos, aproveitou uma rebatida na área e precisou de apenas um toque na bola para marcar seu nono gol na temporada 2020.

Antes do intervalo, no entanto, o Binacional conseguiu seu gol de honra na partida. Em uma raríssima oportunidade, o atacante Deza recebeu a bola na ponta direita, encarou Tchê Tchê, ganhou vantagem e arrumou o corpo para chutar colocado, sem chances de defesa para Tiago Volpi. Curiosamente, foi o terceiro gol dos peruanos na Libertadores - os outros dois também haviam sido contra o São Paulo.

Segundo tempo
Os últimos 45 minutos do Tricolor na Copa Libertadores 2020 também foram de total domínio na partida. O atacante Pablo fez um golaço de voleio e Arboleda, aproveitando rebote de Pablo, deixou o dele e, para terminar, Pablo - de novo - balançou a rede adversária. Depois, o técnico Fernando Diniz deu rodagem ao elenco, colocou alguns jovens formados na base em campo e pôde observar jogadores que não vinham sendo utilizados, como Toró, Tréllez, Rodrigo Nestor e Helinho.

Tricolor na Sula
A vitória colocou o São Paulo na segunda fase da Copa Sul-Americana (todos os terceiros colocados da fase de grupos da Copa Libertadores garantem vaga no segundo torneio da Conmebol). O Tricolor receberá uma premiação de 375 mil dólares (R$ 2,1 milhões na cotação atual) e aguarda o sorteio para saber quem será seu adversário na sequência da temporada.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 5x1 BINACIONAL


Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 20/10/2020 - 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Pablo Gonzalez (ARG)
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Tchê Tchê (São Paulo)
Cartões vermelhos : -

Gols: Vitor Bueno (6'/1ºT) (1-0); Brenner (34'/1ºT) (2-0); Deza (40'/1ºT) (2-1); Pablo (5'/2ºT) (3-1); Arboleda (8'/2ºT) (4-1); Pablo (39'/2ºT) (5-1)


SÃO PAULO (Técnico: Fernando Diniz)
Tiago Volpi; Tchê Tchê, Arboleda, Bruno Alves e Léo; Luan (Toró, aos 30'/2ºT), Daniel Alves (Rodrigo Nestor, aos 18'/2ºT), Igor Gomes (Paulinho Bóia, aos 18'/2ºT) e Vitor Bueno (Helinho, aos 37'/2ºT); Pablo e Brenner (Santiago Tréllez, aos 18'/2ºT).

BINACIONAL (Técnico: Javier Arce)
Raúl Fernández; Ángel Pérez, Fajardo, Mancilla e Jackson Reyes; Labrín, Guachiré, Ojeda, Angles e Arango (Gularte, aos 27'/2ºT); Zeta (Deza, aos 26'/1ºT)

    Veja Também

      Mostrar mais