Lance

sampaoli
Reprodução / Santos FC
Jorge Sampaoli comanda o Atlético-MG atualmente



A 5a Vara da Justiça do Trabalho de Santos condenou o Peixe a pagar R$ 4,4 milhões ao técnico Jorge Sampaoli referente a férias, FGTS e premiação pela classificação à Libertadores deste ano.

O embate judicial entre o clube e o treinador, hoje no Atlético-MG, estava relacionado a data do pedido de demissão do argentino, no qual ele afirmava ser no dia 11 de dezembro, enquanto o Santos entendia ter acontecido no dia 9 de dezembro - a queda da obrigatoriedade de pagamento de multa partiria do dia 10 de dezembro. 

O juiz responsável pelo caso, Wildner Izzi Pancheri, compreendeu que o pedido de desligamento era aconteceu no dia 11 e, portanto, o Peixe deve para Sampaoli. Caso o entendimento fosse favorável ao Alvinegro, o técnico seria intimado a pagar R$ 10 milhões para a instituição, valor referente a multa rescisória.

A decisão do processo foi configurada em primeira instância, ainda cabendo recurso por parte do Santos.

    Veja Também

      Mostrar mais