Lance

undefined
Lance!
Justiça defere liminar e Campello volta a ficar elegível no Vasco


A batalha judicial que envolve as eleições do Vasco ganhou mais um capítulo, nesta sexta-feira. O atual presidente do clube, Alexandre Campello , acionou o Judiciário para reverter uma decisão da Junta de Recursos do Cruz-Maltino que o considerou inelegível para o pleito de novembro. O pedido foi acolhido pelo Tribunal de Justiça do Rio, em primeira instância. A informação é do site Esporte News Mundo, confirmada pelo LANCE!.

A ação foi distribuída para a 15ª Vara Cível da Capital do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na última terça-feira. O mandatário vascaíno pediu a expedição de uma liminar que permitisse a ele concorrer na próxima Assembleia Geral, no dia 7 de novembro, até que seja proferida uma decisão definitiva pela juíza Daniela Bandeira de Freitas.

A magistrada entendeu que o fato de Campello não ter tido o direito à um recurso administrativo contra a decisão da Junta violava os princípios constitucionais do devido processo legal.



A defesa de Campello argumentou que a decisão da Junta Recursal de excluí-lo da lista de sócios aptos a serem candidatos foi de cunho político. O principal motivo para que o órgão decretasse a ineligibilidade do presidente foi a falta de aprovação das contas de 2018.

A Junta é um órgão temporário formado no âmbito da Assembleia Geral, formado pelos três membros do Conselho Fiscal (Edmilson Valentim, Otto de Carvalho e Rafael Landa) mais o presidente da Assembleia Geral (Faues Mussa).

Alexandre Campello foi eleito em 2017, em processo eleitoral tumultuado, após romper com o então candidato Julio Brant, da chapa Sempre Vasco e se juntar a grupos ligados ao ex-presidente Eurico Miranda. Há cerda de duas semanas, ele lançou a candidatura à reeleição em um clube na Zona Norte do Rio de Janeiro. 

    Veja Também

      Mostrar mais